O Universo cobra mudanças

Previsões de Saturno para 2017: nada ficará de pé!

Postado por Marcus Vinícius Beck em 23 de Fevereiro de 2017 às 23h34
Atualizado em 23 de Fevereiro de 2017 às 23h34

Na astrologia, o ano novo não teve início no dia 1º de janeiro, e sim no dia 20 de março, quando o sol chega na casa de Áries, o marco zero no zodíaco. E o ano que virá, após o carnaval, promete ser de grandes transformações. É o que avaliam aqueles que estudam e creem na astrologia. Para estes, neste ano a humanidade entra numa nova era de mudanças, quando o sol é substituído pelo planeta Saturno como regente de seus destinos pelos próximos 36 anos (2017 até 2052).

Coincidência ou não, os ciclos astrológicos regidos por Saturno correspondem a grandes acontecimentos, como o nascimento de Cristo, a peste negra que devastou a Europa, a Independência dos Estados Unidos, a Revolução Francesa e o surgimento de Napoleão Bonaparte. O próximo período promete ser também de transformações intensas. Segundo o astrólogo Nilton Schultz, o que a humanidade e os brasileiros viram no último ano de 2016 são apenas a ponta do iceberg do que virá. “O sol colocou tudo para fora, Saturno vem para cobrar a conta”, avisa.

Especialista Nilton Schultz explica que cada planeta rege um ciclo por cerca de 36 anos e estes planetas imprimem suas características astrológicas sobre o tempo que atuam(Fotos e Imagens:Arquivo Pessoal e Divulgaçao)

Especialista Nilton Schultz explica que cada planeta rege um ciclo por cerca de 36 anos e estes planetas imprimem suas características astrológicas sobre o tempo que atuam(Fotos e Imagens:Arquivo Pessoal e Divulgaçao)

Individual x coletivo

Em 2016 teve fim a regência do sol. De acordo com Nilton Schultz, o ciclo solar foi marcado pelo individualismo em grandes proporções e o foco no EU. “Sempre vemos que há uma busca por meus direitos, minhas ideias, minhas vontades. Há uma visão de mundo com o indivíduo no centro. Tanto que no auge desse ciclo que chega ao fim em 2016 vemos a busca pelas selfies, que vem do inglês self – próprio, que marcam a presença dos indivíduos nas fotos e reforça a ideia de um mundo egocêntrico”, anota.Com Saturno a tendência é outra, o individualismo dá lugar a cobranças coletivas, daí por que durante a regência deste planeta ocorrem grandes movimentos de transformação, explica.

Nilton Schultz é estudioso da cabala, astrologia, quiromancia e numerologia, possui página no Youtube e apresenta todos os sábados o programa Caminhos da Consciência na Rádio Mundial (FM 95,7 e AM 660) em São Paulo. De acordo com a tradição astrológica, o Ciclo do Sol corresponde ao período onde a humanidade deveria desenvolver o brilho, a alegria e a partilha de conhecimentos ou construir monopólios imensos de controle de poder e egoísmo puro. “E para onde a gente foi?”, pergunta.

Schultz cita como exemplo os Estados Unidos, cujta independência ocorreu em 1776, na última regência de Saturno. “O que os EUA fizeram para humanidade, bem ou mal? Partilharam conhecimento ou concentraram poder? Neste ciclo de Saturno, a serpente vai morder na própria calda, no caso dos americanos. Isto vai acontecer, inevitavelmente”, opina. Na sua visão, o primeiro indício das cobranças que virão para a sociedade norte-americana é a eleição de Donald Trump.

Ciclos

Para exemplificar a influência dos grandes ciclos astrológicos, Nilton Schultz observa os períodos anteriores à regência do sol, como o ciclo do planeta Marte, que foi de 1909 até 1945. “Marte é guerra, e o que houve neste período de 36 anos? A Primeira Guerra e a Segunda Guerra Mundial. E quando acabou a Segunda Guerra Mundial, perfeito como um relógio suíço? Acabou em 1945, quando teve início a nova regência, que foi o Ciclo da Lua, de 1945 até 1980. Lua é mãe, é a energia feminina e foi na sua regência que a humanidade teve o maior desenvolvimento econômico, social e um período de relativa paz e estabilidade e o homem teve o direito de conquistar o satélite da Terra”, observa.

Se cada planeta rege um ciclo por cerca de 36 anos, e tudo o que se passa nos anos que compreendem esse período é caracterizado pelas qualidades de cada planeta, quais são as características de Saturno? De acordo com as tradições astrológicas, Saturno representa as questões relativas às estruturas, hierarquias, responsabilidade, seriedade, perseverança, concentração, esforço, estratégia, estruturação, competência, busca da estabilidade, durabilidade, compromisso, respeito às leis, estabelecimento de limites, interesses coletivos.

As palavras para o próximo período são: objetivos, meta, compromisso, disciplina e foco.

De acordo com Schultz, as previsões para 2017, o ano e ciclo de Saturno, podem trazer medo às pessoas. Isso porque tal planeta é bastante temido na simbologia astrológica. Ele está ligado às nossas responsabilidades para conosco e com a sociedade como um todo. Representa ainda as obrigações que temos na vida.

O ciclo de Saturno pode ser visto como insensível. Mas, de acordo com o astrólogo, tudo o que esse período sugere é um olhar mais atento à realidade. Implacável será apenas nas questões que fraquejamos e falhamos. Não há espaço para deixar o racionalismo de lado. A previsão para 2017 exige mais sabedoria e maturidade por parte das pessoas.

Positivo

Saturno, segundo Schultz, pode parecer assustador e sério, como um conselho de um idoso com tamanha experiência. Mas o ciclo de Saturno também tem previsões para 2017 bastante positivas. É uma boa fase para consolidar projetos. Com a racionalidade em alta, as pessoas terão a tendência em construir algo sólido para a vida.

“O tempo, paciência e perseverança, características clássicas de Saturno, serão aliados para extrairmos o melhor desse ciclo e fatores fundamentais para a maturação do que esperamos da vida”, frisa.

Brasil

Recapitulando um pouquinho, nesse período do sol, sem sombra de dúvidas vivemos tempos de centralidade e individualidade, foram tempos em que terapias de autoconhecimento explodiram em número e procura. O sol tem a ver com a criança e as terapias de apelo ao resgate da nossa criança interior foram bastante valorizadas.

Em termos mais políticos e sociais, o sol significa os líderes e os governantes, um aspecto simbólico do fim deste período foi a morte de Fidel Castro no último ano do ciclo do sol, no que diz respeito ao culto a um governante. Nessa esteira, a astrologia acredita que que nesse período muitos líderes carismáticos e populistas tiveram seu apogeu, o que, agora, com o fim do ciclo do sol, podemos também assistir às suas quedas.

O culto ao narcisismo e ao individualismo, que prevalesceu no ciclo do sol, irá aos poucos dando lugar a uma mentalidade de mais reserva, responsabilidade pelos atos praticados e maior autocrítica. O sol, como centro do sistema, representa mais exposição, porém sem tanto critério. É mais o aparecer pelo aparecer e não necessariamente por qualidades excepcionais.

Nestes 36 últimos anos várias pessoas que brilharam nesse período eram inconsistentes e de pouco valor moral, intelectual e artístico, mas que muito joio veio junto com o trigo isso é indiscutível. São aquelas pessoas que têm fama rapidamente, mas também caem no esquecimento em pouco tempo. Os astrólogos avaliam que este foi um período onde os falsos valores obtiveram seu lugar na ribalta e por isso pouco tempo duraram. Os tais quinze minutos de fama. Por outro lado os períodos simbolizados por Saturno, último período de Saturno, foram marcados pelo surgimento de grandes pensadores e avatares como o próprio Cristo, Da Vinci, Nicolau Copérnico, Maquiavel. Foram períodos de reconhecimento e valorização da ciência, como o Renascimento, o Iluminismo e também épocas de grandes revoluções e convulsões sociais como a peste negra.

Saturno significa as estruturas estabelecidas e sólidas e, por isso, os sistemas de governo. Já estamos percebendo isso acontecer, pois sempre um ciclo que está por vir já mostra seus sinais no final do ciclo anterior. No Brasil, por exemplo, o ciclo do sol trouxe à luz todo preconceito, ódio e revanchismo de uma elite política, econômica e jurídica contra a ascensão das camadas mais populares aos benefícios do Estado, como o acesso de negros, índios e pobres às universidade e bens de consumo, como carros, casas e viagens de avião. Não é coincidência o final deste ciclo ser marcado por escândalos de corrupção envolvendo todas as esferas de poder: Executivo, Legislativo, Judiciário.

Na avaliação de Nilton Schutz e de outros estudiosos da astrologia, o ano de 2017, que marca a ascensão de Saturno, será de novas revelações para os brasileiros. A assepsia que o sol fez, revelando tudo, irá tornar possível as transformações que Saturno, regente rigoroso, irá cobrar dos indivíduos e da sociedade. Quem acha que já viu tudo que tinha para ver, se prepare que os próximos capítulos da vida brasileira serão ainda mais quentes.

 

Saturno na visão de numerólogos, tarólogos e místicos

A energia dos planetas é a energia de Deus na Terra. Ao saber qual planeta vai irradiar de uma forma mais direta na Terra durante o ano, será possível saber qual braço divino será acionado. A frase é do terapeuta holístico Thomaz Almeida, presidente do Centro Espiritualista de Umbanda João Batista. Ele não faz rodeios quando o assunto é Saturno:

— Ele vem colocar a vida nos trilhos. O problema é como ele faz isso. Teremos um ciclo de amadurecimento, cortes e responsabilidades, principalmente em questões coletivas. A energia não é ruim, depende da proposta que cada um tem para a sua vida. O caminho é um só: o da evolução.

No panteão astrológico, Saturno representa o velho, o tradicional, o sábio. Ele é severo, mas também significa colheita.

— Uma pessoa madura, responsável, só vai crescer mediante a energia de Saturno. Já uma pessoa individualista e imatura vai ser chamada para a responsabilidade. E não terá tempo para isso, será chamada a evoluir rapidamente — explica.

CICLO

A mudança de chave é justamente esta. Um ciclo de 36 anos sob a égide do sol (começou em 1981 e termina em 2016) encerra-se, um período de valorização do “eu”, dos talentos, das oportunidades, para dar início, a partir de 20 de março de 2017 (o ano astrológico começa em março), no ano e no ciclo de mais 36 anos sob influência do planeta dos anéis. Saturno não vai permitir que o cenário fique na mesmice, vai mudar por bem ou por mal. Saturno vai exigir maturidade em todas as áreas. E assim será no campo dos relacionamentos. A tendência para 2017 é que uniões baseadas em possessividade e anulação de um diante do outro terminem. Mas relacionamentos que abrem espaço para a individualidade, para o cuidado consigo mesmo e para o crescimento do companheiro terão vida longa.

No trabalho, quem está infeliz na sua profissão será estimulado a buscar algo diferente, que faça a pessoa feliz. É aconselhável fazer uma reflexão, ver as possibilidades de crescimento em determinada função e, se não estiver satisfeito, partir para outra, fazer novos cursos para mudar a situação ou mesmo trocar de emprego. Ter coragem para expandir horizontes, mas com responsabilidade.

 

 

Cooperação e não competição

4-1

Cada um pode responder à energia de Saturno de acordo com os preceitos que regem sua vida. Ela pode ser positiva ou negativa, dependendo do estágio da maturidade em que a pessoa está. Mas para a terapeuta holística Jane Conte não há como fugir da questão cármica que Saturno representa. Segundo ela, é bom preparar o coração: 2017 não será um ano fácil.

— Muitos têm falado sobre as coisas boas. Mas quero passar a conotação seríssima do ano regido por esse planeta.

A energia do sol ainda estará presente até 19 de março, mas, aos poucos, já será possível a sentir o peso de Saturno. Questões políticas turbulentas, troca de empregos que até então eram considerados seguros e o difícil desapego de questões egocêntricas em favor do coletivo. Situações que vêm para desestruturar, para colocar abaixo toda e qualquer situação que não serve mais. E todo tipo de estrutura será afetada: social, de trabalho, familiar e até a forma de lidar com o dinheiro. Saturno derruba toda a estrutura velha para criar novas bases.

— O último ciclo de Saturno foi vivido durante a Revolução Francesa, em que foram quebradas todas as estruturas. O que veremos, a partir de agora, será semelhante — ressalta a terapeuta holística.

Jane lista como características de Saturno responsabilidade, paciência, lentidão e sabedoria. O ano regido por esse planeta não vai tolerar relacionamentos ruins, tampouco falta de comprometimento com a vida, com as responsabilidades. Para Jane, Saturno é um severo pai, é Cronos na mitologia, o deus do tempo.

— É para que a humanidade desperte que não está no planeta Terra para fazer turismo, mas, sim, para evoluir — diz.

Ao mesmo tempo em que Saturno exigirá a doação às causas coletivas, ele impulsionará a atitudes mais confiantes nas potencialidades pessoais:

— A velha forma de trabalhar vai ter de mudar. O importante, agora, será trabalhar por si, de forma leve e confiante.

Segundo ela, o empresário da era de Saturno terá de entender que todos serão donos da empresa. Que o mundo não tem mais lugar para competição, mas, sim, para a cooperação, a união de esforços em prol do coletivo:

— Estamos numa sociedade que nos leva a ser competitivos. Saturno vai nos levar a ser cooperativos. O império da paixão cede para o amor. Vão prevalecer o coletivo, o amor e a cooperação.

 

 

A energia do 1

A numerologia parte do princípio de que o ser humano é regido por padrões energéticos vinculados a uma série de números que influenciam o comportamento. Funciona como uma ferramenta de autoconhecimento, pois esses padrões podem ser identificados pelo estudo dos códigos numéricos ocultos no nome e na data de nascimento de cada ser. Pela análise matemática e simbólica de tais códigos, é possível determinar as características pessoais ocultas de um indivíduo, suas oportunidades e seus desafios.

De acordo com a numeróloga Dany Callegaro, a numerologia diz que as pessoas são regidas por ciclos de nove anos (energia do 1 ao 9), que se repetem infinitamente, visando a evolução. Não em forma de círculo, voltando para o mesmo ponto, mas em forma de espiral e para cima. Em 2017, em caráter universal, inicia-se um novo ciclo de nove anos. O ano que finda, 2016, carrega a energia do número 9 (2 + 0 + 1 + 6 = 9), que corresponde a finalizações. Em 2017, a regência será da energia do número 1 (2 + 0 + 1 + 7 = 10, reduzindo a um algarismo, 1 + 0 = 1).

O número 1 representa um novo começo, a oportunidade para iniciativas originais e criativas. Conforme Dany, o ano terá como estímulo a busca de conhecimento tecnológico, de enfrentar desafios, de avançar sem medo. Além de crescimento interior e equilíbrio espiritual.Será hora de renovar o que já existe, de remodelar, de dar outro tom. Para a numeróloga, a tendência é que novos líderes se apresentem no cenário, assim como novas formas de parcerias entre as nações, novos acordos. Será o momento de cada um se posicionar sobre si mesmo, seu lugar na sociedade e no mundo.

 

 

Orixás

De acordo com a umbanda, o orixá que predominará em 2017 será o Omulu/Obaluaê, que, na astrologia, corresponde ao planeta Saturno, que representa o velho, o sábio. O umbandista Thomaz Almeida explica que o orixá tem esses dois nomes, mas representa um só. Obaluaê é a face jovem do orixá (que também corresponde a Xapanã, conhecido como o orixá das doenças ou o médico do astral), enquanto Omulu é a face velha. Junto de Omulu, teremos como par, com a energia feminina, o orixá Nanã, que é a Oxum velha.

Sob a regência de Omulu/Obaluaê, podemos esperar grandes avanços na ciência a partir do ano que vem. Descoberta da cura para doenças que há tempos vêm sendo estudadas, criação de vacinas e todo tipo de evolução nas áreas da medicina e da ciência. Omulu/Obaluaê é um orixá da terra, enquanto Nanã é da água, por isso, podemos esperar que a agricultura seja uma área favorecida em 2017, pois a terra estará mais fértil. Mas não será favorável para a pecuária.

Partes do corpo que merecerão atenção em 2017

:: Pele (há o risco de incidência de câncer de pele)

:: Articulações

:: Coluna vertebral

:: Dentes sisos

Pedras para proteção em 2017

:: Quartzo Pirita (ouro de tolo)

:: Turmalina preta

:: Ônix

Dicas para sobreviver aos tempos “saturninos”

A astróloga paulista Isabella Mezzadri explica que tipo de conduta é esperada

A astróloga paulista Isabella Mezzadri explica que tipo de conduta é esperada

 

É possível sobreviver ao ciclo astrológico de Saturno? Exageros à parte, a astróloga Isabella Mezzadri diz que todos devem estar preparados para momentos difíceis e transformações intensas, e, portanto, o tempo que virá será ótimo para aqueles que estiverem focados em objetivos bem definidos:

1.

2016 foi regido pelo sol, e também foi o final de um ciclo solar de 36 anos. Além disso, na numerologia 2+0+1+6 resulta no número 9, que também representa fim de ciclos, por isso tantas mudanças intensas. A partir de 20 de março as pessoas devem focar no seu desenvolvimento pessoal e encarar várias verdades – não haverá mais espaço para mentiras e não dá para praticar o autoengano. Por mais duras que forem, as descobertas serão muito importantes pra todos.

2.

A casa do mapa/aspecto da vida de todos que têm o sol e também a casa em que têm Leão (signo que é regido pelo sol) pode ter sido a mais intensamente transformada e energizada nesse ano. Foque em continuar brilhando nesse aspecto da sua vida até 20 de março de 2017!

3.

Não fiquem frustrados por causa dos finais de ciclos e momentos difíceis desse ano. Tudo pelo qual as pessoas passam tem um sentido, ainda que agora não pareça. Tudo está nos preparando para o que precisaremos fazer e ser no futuro, e foi escolhido por nós antes de nascermos. Então temos que lidar com tudo da maneira mais leve possível! Passem por tudo como se fossem feitos de ar, sem sofrimento desnecessário! Tudo depende da maneira como escolhemos encarar as coisas!

4.

Se um relacionamento afetivo chegou ao fim, não fique insistindo nisso. Relacionamentos têm que nos fazer felizes! A partir do momento em que você passa mais tempo frustrada, triste e com raiva do que feliz, significa que tem algo muito errado. E se acabou, é porque vocês viveram o que precisavam viver e está na hora de seguirem em frente. Sempre há coisas infinitamente melhores adiante do que as que deixamos pra trás. E só porque chegou ao fim, não significa que não deu certo. Deu certo e foi feliz enquanto durou. Ponto final. Siga em frente e seja feliz!

5.

Muitas amizades podem ter chegado ao fim, ou retornado esse ano. As que voltaram retornaram transformadas, de maneira que realmente acrescentem à nossa vida. Aproveite isso! Dê valor pras suas amizades, família, pra todos que te fazem bem, e faça bem pra eles também! Esteja com pessoas que reverberem sua luz, multipliquem energias positivas! Ajude e ilumine a vida de todos que passarem por você!

6.

Para muitos de nós, esse ano foi de fim de ciclos na carreira também, proporcionando muitas reflexões sobre o que realmente queremos, porque 2017 será ano 1, de início de ciclos (eba!) o que será ótimo para projetos inovadores, criativos, ousados. Também ano de Saturno, que representa disciplina, responsabilidade e muito trabalho. E se for pra nos dedicarmos, que seja no que realmente amamos, né? Então tenham certeza de que haverá muitas oportunidades pra vocês se dedicarem ao que realmente amam e terem muito sucesso, mas pra isso vocês precisam fazer sua parte! Organizem-se, foquem, façam acontecer!

7.

Para quem ainda não tem certeza do que quer fazer em termos de carreira, a hora é de buscar novos caminhos. Invista em ferramentas de autoconhecimento, e tenha certeza de que aos poucos você vai descobrir! Não fique aflito, tudo tem seu tempo e no tempo certo vamos encontrando nossa verdadeira missão. E nada pelo que passamos antes disso é perda de tempo: tudo faz parte do processo, e tudo acrescenta, ensina, ajuda na evolução!

8.

Por ser regido por Saturno, 2017 também terá muito a ver com cumprir karmas – e colher os frutos que plantamos. Se nos últimos anos você tem se esforçado, se dedicado, e até agora não sentiu que a vida te recompensou, fique tranquilo: o que é seu está guardado e você receberá os frutos esse ano. Mas se você ficar só esperando as coisas caírem do céu, na inércia, só reclamando que nada dá certo, culpando a vida e os outros pelo seu insucesso, então as coisas ficarão mais difíceis e você não terá o que colher. Lembre que criamos nossa realidade a todo instante através de pensamentos, palavras e atitudes. Qual você quer que seja sua realidade?

9.

Por ser um ano de novos inícios, será incrível pra novos projetos! Mas organize-se muito bem, organize todo dia sua lista de afazeres, e não procrastine! Não perca tempo adiando seus sonhos! A vida é agora e a vida é sua! Faça acontecer!

10.

Mercúrio estará retrógrado entre os dias 19/12 e 09/01, e toda vez que um planeta está retrógrado significa que tudo que ele representa não funciona bem. Mercúrio representa comunicações, tecnologias e raciocínio. Por isso, não tome decisões importantes/definitivas nesse período. Evite assinar contratos (algo pode não estar claro ou você pode mudar de ideia depois), lançar projetos, comprar coisas importantes, especialmente relacionadas a tecnologia como carro, computador e celular (podem vir com defeito ou você se arrepender, percebendo que não queria exatamente aquilo), fazer tatuagem e mudanças radicais no visual, começar ou terminar relacionamentos (pode haver arrependimento depois), fazer cirurgias, etc. Pense e repense sobre tudo isso, mas faça mesmo só nos dias que falarei abaixo. Se tiver que realizar alguma dessas coisas, procure fazer com um profissional muito confiável e deixar muito claro o que você quer, e também fazer todas as perguntas necessárias para entender bem o contexto antes de tomar uma decisão.

11.

Tenha paciência com os desentendimentos gerados por Mercúrio retrógrado: é normal você falar uma coisa e a pessoa entender outra, e vice-versa. É normal também que eletrônicos falhem, quebrem ou simplesmente parem de funcionar temporariamente (e é ótimo pra quem não acredita em astrologia passar a acreditar! Hahaha, porque cada hora é uma coisa: luz piscando, carro quebrando, celular pifando (coloquem uma capinha boa e não andem sem película de vidro!!!), wi-fi falhando, sistema no trabalho caindo, voos atrasando ou sendo cancelados, etc). Muita paciência! Já sabendo que é por isso, a gente nem se abala! Simplesmente resolve como pode e tem muita paciência com tudo.

12.

Como Mercúrio retrógrado pode ser aproveitado? Para repensar diversas coisas na vida! Refletir, reconsiderar, escrever bastante, mas deixem pra tomar decisões (e assinar contratos, fazer tattoos, cirurgias, compras importantes, mudanças no visual, etc), preferencialmente, no dia 13 de janeiro e nos dias que sucederem essa data!

13.

Dias ótimos, felizes e incríveis pra mudanças no visual, para lançar projetos e para fazer seu mapa dos sonhos no início do ano (esses são os melhores dias, pra tatuagem também, os dias que não coloquei aqui não são muito bons): 13, 14, 17 e 18 de janeiro. Mas como nesses dias a lua estará cheia / minguante, para quem quer cortar o cabelo de maneira que ele cresça mais rápido, são melhores os dias 31/01 e 3, 4 e 6 de fevereiro. Pra quem quer que o cabelo fique com mais volume, ou fazer um tratamento/hidratação power no salão, os dias bons pra cortar/hidratar são 9 e 10 de fevereiro, lua cheia! Todos esses dias que falei de janeiro e fevereiro também são bons pra fazer tattoo.

14.

Dias para ficar mais introspectivo, não fazer atividades arriscadas e se possível receber reiki, deeksha ou realizar outras atividades de cura, energização e transformação: 6 e 7 de janeiro. O sol encontrará com Plutão em capricórnio, então algumas coisas estranhas podem acontecer mundialmente, e podemos nos sentir um pouco pra baixo sem saber muito bem por quê. Usem essa energia pra se transformarem, se interiorizarem, e se possível fiquem perto da natureza e escrevam bastante!