Boliviana que transportava cocaína colada na barriga é presa em Goiás

Nigeriano também foi preso suspeito de pagar mulher para fazer o transporte da droga

Postado por Yana Maia em 20 de Abril de 2017 às 15h42
Atualizado em 20 de Abril de 2017 às 17h27

Foto:Reprodução/PRF

Um nigeriano de 65 anos e uma boliviana de 35 acabaram presos nesta manhã, 20, durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em um ônibus de viagem, na BR-364, em Jataí. O idoso é suspeito de ter pagado a mulher para que ela transportasse 2 kg de cocaína colados com fita adesiva na barriga.

O veículo foi parado para participar de uma mini palestra educativa sobre trânsito e durante a entrevista dos passageiros, a mulher entrou em contradição. Ela foi revistada e com ela a corporação encontrou a droga colada na barriga.

Através de nota, a assessoria de comunicação da PRF informou que o ônibus saiu de Cáceres, no Mato Grosso, e seguia para São Paulo, onde o entorpecente seria entregue. Segundo a nota enviada pela corporação, durante a revista, a boliviana confessou que pegou a droga em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia e, alegou que aceitou fazer o transporte por estar passando por problemas financeiros.

Segundo ela, o idoso, que também viajava no veículo, ofereceu R$ 1 mil para que ela transportasse a droga e distribuísse na capital paulista.

Eles foram encaminhados para a sede da Polícia Federal de Jataí.