Homem morre eletrocutado enquanto limpava caixa d’água de escola

Acidente pode ter sido provocado por fio desencapado; colega de trabalho ficou ferido

Postado por Yana Maia em 12 de Setembro de 2017 às 14h18

Foto:Reprodução/TV Anhanguera

O operário Valdiego Lucas de Souza Silva, de 22 anos, morreu após sofrer uma descarga elétrica no momento em que trabalhava na limpeza de uma caixa d’água da Escola Princípios, localizada na rua C-67, no Setor Sudoeste, em Goiânia.

O jovem trabalhava há três anos na empresa Amil Desentupimento e Dedetização e semestralmente realizava o trabalho de manutenção na instituição de ensino. Segundo o Corpo de Bombeiros, o colega da vítima que também trabalhava no local, Valdeíres da Silva Aragão, de 31 anos, ficou ferido e foi levado ao Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). A unidade informou que o estado de saúde dele é regular.

Uma equipe da Polícia Técnico-Científica esteve no local e a perícia preliminar apontou que a vítima acabou sendo eletrocutada com um aparelho de uso próprio. Segundo a corporação, foi constatado que Valdiego e o colega usavam uma bomba d’água para retirar a água da caixa para realizar os trabalhos de limpeza. O equipamento estaria com os fios desencapados e pode ter provocado um curto-circuito.

A empresa Amil informou que só vai se pronunciar após o resultado da perícia. O caso deve ser investigado pelo 20º Distrito Policial.