Presa mulher suspeita de torturar o próprio filho em Senador Canedo

Mãe diz que utilizou uma corda para espancar o menino de 7 anos por ele ser teimoso

Postado por Yana Maia em 11 de Setembro de 2017 às 15h44
Atualizado em 11 de Setembro de 2017 às 17h16

Foto:Divulgação/Rotam

Uma equipe das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) da Polícia Militar (PM) prendeu uma mulher de 31 anos, cuja identidade não foi divulgada, suspeita de torturar o próprio filho, de 7, em Senador Canedo. A corporação informou que chegou até a mãe da vítima depois que um vídeo que mostra a criança sofrendo os maus tratos começou a repercutir nas redes sociais.

A detenção foi realizada na noite de domingo, 11, na casa da família. As imagens foram registradas pela própria mulher e enviadas para o pai do garoto, que mora em Tocantins.

No momento em que foi detida, a mãe disse que agrediu o filho com uma corda para dar um corretivo nele, pois ele estaria sendo teimoso. Segundo a polícia, o garoto apresentava hematomas e marcas nas costas, peito, braços e pescoço. Ele foi levado para o Conselho Tutelar de Senador Canedo e a mãe está presa na delegacia da cidade.

O pai da criança informou às autoridades que o filho mora com a mãe, o padrasto e mais cinco irmãos.