Presos fazem rebelião em Unidade Prisional de Silvânia

Detentos atearam fogo em colchões e desligaram câmeras de segurança

Postado por Yana Maia em 12 de Setembro de 2017 às 15h49

Foto:Reprodução/Célio Silva

Detentos da Unidade Prisional de Silvânia iniciaram uma rebelião por volta das 13h desta terça-feira, 12. Na ocasião, presos atearam fogo em colchões e subiram na guarita do local desligando as câmeras de segurança.

Informações do jornalista Célio Silva, publicadas no Diário de Goiás, afirmam que os reeducandos pedem pela saída do diretor da unidade, Kleber Barroso.

O início da confusão ocorreu pela manhã, quando os presos foram levados para o banho de sol. As polícias Civil e Militar atuam no caso.

No local há equipes do Corpo de Bombeiros que trabalham em combate ao incêndio, além de agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Até o momento não há informações sobre feridos e de acordo com a polícia, a rebelião foi controlada por volta das 15h.

Familiares dos detentos se concentram em frente à cadeia em busca de informações que devem ser dadas ao final da tarde. Segundo eles, foram ouvidos disparos de bala de borracha durante as duas horas de confusão.

A Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) ainda  não de pronunciou sobre o caso.

Foto:Reprodução/Célio Silva

Foto:Reprodução/Célio Silva