Senador compara violência no Brasil à guerra na Síria

Parlamentar usou números de mortes para fazer a comparação

Postado por Redação em 12 de Setembro de 2017 às 15h37

O senador José Medeiros (Pode-MT), ao discursar em Plenário, comparou a violência no Brasil à guerra da Síria. Para o parlamentar a escalada de violência é acompanhada pela ineficiência do Estado. O discurso foi realizado na última segunda-feira (11).

Medeiros utilizou dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2016, que  mostram que 279.592 pessoas foram assassinadas no Brasil entre março de 2011 e novembro de 2015. No mesmo período, os números da guerra da Síria são de mais de 256 mil mortes, afirmou o parlamentar.

“Enquanto as tensões sociais se agudizam, o que acontece com o efetivo policial em nosso país? Continua insuficiente, precário, mal equipado, mal pago e mal apoiado.”

No Mato Grosso, estado representado por Medeiros, o número de assassinatos cresceu 13,9%, passando de 32,4 por 100 mil habitantes em 2005 para 36,8 a cada 100 mil habitantes por ano. Segundo o senador, o Estado deixou de liderar a lista dos mais violentos não porque a paz se estabeleceu, mas porque a escalada da violência chegou com ainda mais intensidade a outras regiões do Brasil.

“Atualmente, o Brasil inteiro está violento, está tão violento, e estão cada vez mais raras as ilhas de sossego e paz”, finalizou.

(Com Agência Senado)

 

(Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado)