Duelo pela sobrevivência

Atlético visita o São Paulo, que também vive grave crise, no Morumbi

Postado por Igor Pereira em 12 de Julho de 2017 às 23h14

Vai sobrar desespero hoje à noite no Estádio do Morumbi. Em situações bastante delicadas na tabela do Campeonato Brasileiro, São Paulo e Atlético se enfrentam às 19h30. O Tricolor é o penúltimo colocado na tabela, com 11 pontos, e só está acima do próprio Dragão, que tem 7.

O duelo de hoje reserva o reencontro do técnico Doriva com o São Paulo, clube pelo qual obteve o maior destaque, quando jogador. Em 2015, o treinador recebeu a oportunidade de voltar ao Tricolor, mas durou apenas dois meses no comando do clube.

“Eu sei dessa confusão interna do São Paulo. Passei por lá, senti na própria pele a desorganização do clube nesse sentido, mas é um grande do futebol brasileiro. Eles precisam reagir. Temos que estar atentos para fazermos o jogo das nossas vidas, com um nível alto de concentração e uma atitude diferenciada para surpreendê-los”, ressaltou o treinador atleticano.

Pressionado pela sequência de cinco jogos sem vitória, Doriva sabe que um novo resultado negativo na capital paulista complica a sua situação no clube, assim como a vida do Atlético na Série A.

Levando isso em conta, o treinador deve promover seis mudanças em relação ao time que perdeu para o Vitória (2 a 1), no final de semana. Na defesa, Gilvan faz a sua estreia, ganhando a vaga de Eduardo Bauermann. Na lateral direita, Andé Castro entra improvisado, deixando Eduardo no banco.

No meio de campo, Jorginho volta de suspensão e reassume o lugar de Luiz Fernando. As grandes novidades estão no comando de ataque. Walter, que estava afastado para perder peso, ganha a vaga de Everaldo e Niltinho, que veio da Chapecoense, faz sua estreia, no lugar de Breno Lopes.

Quem retorna do departamento médico é o volante Igor Henrique, que se recuperou de lesão na coxa. O jogador revelou como o Atlético vai enfrentar o São Paulo, fora de casa: “Sabemos que não estamos em uma situação boa. Eles também estão em uma situação ruim, então podemos tirar proveito disso também, jogar fechadinho. Temos que nos trancar lá atrás, não tomar gols e jogar por uma bola. Às vezes jogamos de igual para igual e não conseguimos o resultado”, avaliou o jogador.

São Paulo

Vindo de sete jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro, o São Paulo tem no confronto contra o Atlético a obrigação de vencer e se reabilitar. Acreditando nisso, o Tricolor estreia o técnico Dorival Júnior. O meia Cueva e o atacante Wellington Nem voltam como titulares.

tabe