Zagueiro do Goiás é agredido por torcedores e leva 11 pontos na boca

Bruno Aguiar registrou o boletim de ocorrência na Central de Flagrantes

Postado por Elisa Manuela Cardoso em 27 de Agosto de 2017 às 12h43
Atualizado em 27 de Agosto de 2017 às 14h50

O zagueiro do Goiás, Bruno Aguiar, sofreu uma agressão dentro do centro de treinamento do time, no sábado (27), e levou 11 pontos na boca. Ele registou o caso na Central de Flagrantes da Polícia Civil. Ele fez o exame de corpo de delito e receber alta médica no mesmo dia.

Aproximadamente 50 integrantes da Força Jovem invadiram o CT do time. Bruno era o único jogador presente, ele fazia fisioterapia no momento. Segundo informações da assessoria de imprensa do Goiás, o grupo quebrou vários objetos, instalações dos vestiários e equipamentos médicos. O carro do zagueiro também foi depredado.

carro-quebrado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo indica que a invasão foi motivada pela revolta dos torcedores pelo time correr risco de rebaixamento para a Série C.

Após o ocorrido, o Goiás divulgou uma nota de repúdio: “O Goiás Esporte Clube repudia de maneira veemente os criminosos atos de vandalismo cometidos no Centro de Treinamento Edmo Pinheiro na tarde deste sábado, 26. Além do patrimônio depredado no vestiário, academia, departamento médico e de fisiologia, profissionais esmeraldinos, cidadãos honrados, foram agredidos covardemente física e verbalmente. Diretoria, comissão técnica e atletas reafirmam sua hombridade e respeito para com a instituição alviverde, garantindo empenho irrestrito durante suas atividades profissionais. O Goiás salienta que não reconhece neste grupo de vândalos os valores de sua imensa torcida, que jamais cometeria atos de barbárie como os que foram vistos no CT Edmo Pinheiro”.

(Fotos: Reprodução)