Temer pede ao STF suspeição de Rodrigo Janot

Informação foi compartilhada pelo site da Folha de São Paulo nesta tarde

Postado por Redação em 8 de Agosto de 2017 às 17h05
Atualizado em 8 de Agosto de 2017 às 19h38

Michel Temer teria pedido ao Supremo Tribunal Federal (STF) a suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. A informação foi divulgada na tarde desta terça-feira (08) pelo site do jornal Folha de São Paulo.

Conforme a matéria, uma petição foi entregue ao Supremo hoje a tarde. O pedido foi assinado pelo advogado Antônio Cláudio Mariz, revela a nota.

O pedido ocorre em meio ao inquérito que investiga o que ficou conhecido como “quadrilhão” do PMDB.

A suspeição é uma situação, prevista em lei, que impede juízes, promotores, advogados, ou qualquer outro auxiliar da justiça, de trabalhar em determinado processo, caso haja dúvidas quanto a sua imparcialidade e independência.

A defesa do presidente entende que Janot tem levado as coisas para o lado pessoal: “Já se tornou público e notório que a atuação do PGR, em casos envolvendo o presidente, vem extrapolando em muito os seus limites constitucionais e legais inerentes ao cargo que ocupa. Não estamos, evidentemente, diante de mera atuação institucional”, escreveu Antônio Cláudio Mariz, advogado de Temer, no pedido ao Supremo.