Enviado em 05/06/2013 às 10h01

"Cristiano Ronaldo pensa que sabe tudo", diz Mourinho

Agência Estado

A desgastada relação de José Mourinho com os jogadores do Real Madrid segue repercutindo mesmo após sua saída do clube espanhol. E nem aqueles que pareciam se entender com o treinador estão escapando de suas declarações, sempre polêmicas. Desta vez, Mourinho não poupou críticas ao comportamento de Cristiano Ronaldo. Segundo ele, o jogador português 'pensa que é o melhor' e 'que sabe de tudo'.

'Eu tive um único problema com ele (Cristiano Ronaldo), que foi de criticá-lo do ponto de vista tático, algo que pensei que poderia ser melhorado, e ele não aceitou muito bem, porque pensa que é o melhor, que sabe de tudo, que o treinador não pode ajudá-lo a crescer mais', declarou, em entrevista à rede de tevê espanhola Intereconomía.

As críticas de Mourinho a Cristiano Ronaldo surpreendem porque o próprio treinador, por diversas vezes, elogiou o atacante e chegou a afirmar que tratava-se do melhor jogador do mundo. E se o comportamento do atleta incomodava o treinador, sua postura em campo segue sendo elogiada.

'O Cristiano fez três temporadas fantásticas comigo, talvez as melhores de sua carreira. Estava em um momento tático fantástico, pôde explorar todo seu potencial, o que foi traduzido em números', disse Mourinho. 'Ele sempre se esforçou, jogou mesmo com desgaste, pensando no melhor para o Real.'

Se até hoje a relação de Mourinho com Cristiano Ronaldo parecia das melhores, com outros jogadores não se pode dizer o mesmo. Só na última temporada, o treinador se desentendeu com nomes como Casillas, Sergio Ramos e Özil, além do brasileiro naturalizado português Pepe. O treinador reafirmou que o problema entre eles foi mesmo causado pela insatisfação do zagueiro com a reserva, já que perdeu a posição para o jovem Varane.

'Ele (Pepe) ficou muito tempo fora da equipe por lesão, e viu um garoto que tem 12 ou 13 anos a menos (Pepe tem 30 e Varane, 20) começar a jogar. Mas era um garoto que, na minha opinião, merecia jogar e acho que o Pepe não aceitou bem a situação', comentou Mourinho, que não escondeu a chateação pelo episódio e se sentiu injustiçado por Pepe.

'O Pepe chegou a estar com mais de um pé fora do Real Madrid e eu o trouxe para dentro. Eu proporcionei, lutei por um contrato adequado para ele, que considero um jogador fantástico', comentou. 'E me alegro por isso, porque penso que Pepe é um jogador fantástico e terá condições muito melhores agora.'