Enviado em 05/04/2014 às 20h07

Possíveis causas para instauração do regime militar no Brasil no ano de 1964

Diário da Manhã
Lelas da Silva Santana

O golpe de 1964 no Brasil foi algo marcante na história da nação onde este  ato é discutido pelas classes políticas como algo que manchou a história do país nos dias atuais são discutidos de forma obscura que não se pode chegar a nenhum conceito definido para o golpe de estado. A grande discussão ainda são as causas que levaram o golpe militar no ano de 1964 no Brasil causando mudanças significativas para muitos e ao mesmo tempo sendo uma política prejudicial para outros não esquecendo que o golpe de 1964 causou uma reforma política ditatorial na história do Brasil.

A intervenção dos militares foi uma ação praticamente legitima vista pelos próprios militares que diante de uma situação critica na política democrática brasileira que para os militares estava sendo mal administrada pelo governo atual e estava levando o Brasil diretamente para um sistema político que desencadearia o fracasso tanto da política democrática como da economia nacional brasileira. Para os militares a deposição do atual presidente da republica João Goulart e a instauração do regime militar no Brasil não poderia ser em outro momento o golpe era de caráter emergencial para salvar a política democrática brasileira.

O golpe de 1964 não tem um fator determinante que se pode afirmar a verdadeira causa para intervenção militar no Brasil são vários os motivos discutidos para tentar provar uma verdadeira causa  para o golpe apesar de muitos políticos defenderem a causa do golpe militar a classe política de extrema esquerda a ditadura defendiam que o golpe militar foi algo de extrema violação ao ato de liberdade e democracia de um país livre. As diversas causas que surgiram  para justificar o golpe militar pairou por todos os âmbitos da política nacional são vários os depoimentos de políticos influentes que defendiam que a intervenção dos militares foi algo que já vinha sendo arquitetado anteriormente pelos próprios militares desde o movimento tenentistas que seguiu no Brasil em meados dos anos vinte sendo um movimento revolucionário que não teve grandes efeitos, no entanto, muitos acreditavam que o golpe teve origem neste movimento.

São vários os elementos vistos pelos analistas militares e de esquerda que fazem referências ao golpe militar com várias causas e motivos para se chegar a um verdadeiro motivo para se dizer a real causa do golpe de 1964. As razoes para o golpe militar foram muitas, segundo alguns pensadores políticos a gênese do golpe começou a surgir a partir dos anos 20 com o movimento tenentismo.  E a crise dos anos 1955 a 1961, suicídio do presidente Getulio Vargas e também alguns chegaram a acreditar em interferências do governo norte americano no Brasil devido o quadro da crise da guerra fria. 

[... Há quem o veja como resultado de longo processo de gestação, que teria raízes no tenentismo dos anos vinte, com manifestações precursoras nas intervenções de 1945(deposição de Vargas) 1954 (suicídio de Vargas...).]. (couto, Ronaldo Costa. História Indiscreta da Ditadura e da Abertura. Pag.42).

A instabilidade política e ideológica no Brasil no inicio dos anos 1960 foi algo que tornou o Brasil alvo de potências mundiais vindo de um período de guerra fria onde as maiores potências econômicas se digladiavam entre se pelo controle econômico mundial de um lado os Estados Unidos da América implantando o capitalismo e de outro lado a União Soviética com o socialismo na Europa controlando uma economia em países que emergiam para o regime socialista. Um dos possíveis motivos que levou o golpe militar no Brasil foi a  crise política ideológica onde uma possível ameaça era o atual governo de João Goulart era implantar o comunismo no Brasil com ajuda de países socialista e favorecer um partido comunista no Brasil levando o país para a esquerda comunista diante de tais ameaças acreditasse também na interferência do governo Norte Americano no Brasil para estabelecer o  golpe militar no Brasil pela direita militar.

Em 1964 os militares resolvem tomar o poder político do país, no entanto seus ideais de inicio eram em prol da liberdade e da democracia que estavam sendo violados pelo governo democrático de João Goulart. Sendo um golpe político em prol da democracia libertaria após o golpe de 1964 os militares mantivera-se no poder por mais de duas décadas no poder e controlando a política nacional. A intenção dos militares de inicio eram fazer com que o processo de democratização fosse realmente vivenciado e salvar o Brasil de uma crise econômica em que o país estava passando mesmo que para isto muitos defendiam que a nova estrutura política para a nação não era um golpe na política, mas sim uma nova forma de rever o processo democrático brasileiro.

A pesar do golpe militar, ter sido posto como desculpa e finalidades para abertura política e democrática no Brasil os militares impuseram a lei da ditadura. Um novo governo com finalidades de promover a democracia foi na verdade um governo autoritário que alem de não ser democrático criou leis que retirou os direitos políticos e democráticos de muitos brasileiros. O regime militar teve como objetivo organizar a estrutura política e administrativa do país, porem levou um período de 21 anos de governo militar para sustentar esta concepção de nova estrutura política e democrática. 

“... portanto, e partes, havia realmente um clima de fragilidade institucional que favorecia a intervenção militar...” (couto, Ronaldo Costa. História Indiscreta da Ditadura e da Abertura. Pag.42).

Alguns analistas também questionavam que um dos motivos do golpe de 1964 era a realidade econômica do país onde a economia estava em crise, vindos de uma combinação política fraca do governo de João Goulart que estava colocando o Brasil em risco iminente para atos comunistas que estavam em todas as partes do mundo político, além das crises econômicas e de ameaças de um comunismo adentrar nas estruturas políticas existiam grandes interferências externas de políticos nas forças armadas incentivando atos de insubordinação quebrando os princípios hierárquicos do militarismo. Devidos estes transtornos que ameaçavam a democracia do país levantou contra o sistema político de João Goulart alguns lideres políticos e intelectuais das forças armadas sentindo se desafiados contra o poder político militar começam a trabalhar o movimento e a se organizarem para se estabelecerem no país por meio do golpe no dia 31/03/1964 onde começa uma nova política brasileira que tem como base o principio da ditadura militar.

Depois de 21 anos de governo militar com sete presidentes militares que assumiram a presidência a ditadura para muitos foi bom porem para outra parte da esquerda a ditadura foi uma força opressora que retirava os direitos dos cidadãos e também criou se leis que violavam a democracia brasileira violando os direitos individuais do cidadão brasileiro. Durante o período de governo militar o país vivenciou grandes conflitos e percas da democracia, democracia esta que seria um dos motivos para que o golpe de 1964 fosse praticado. No período militar levantou-se uma gama de revolucionários contra o regime que durou por todo o período de governo militar o país viveu neste período de 21 anos em constantes conflitos entre militares que detinham o poder e rebeldes contra a ditadura que tiveram apoio ate mesmo de membros políticos do movimento socialista.

O golpe militar no Brasil no ano de 1964 tinha como intuito salvar o Brasil de uma possível intervenção comunista garantir uma democracia digna, salvar o país de um colapso financeiro. Os militares ficaram no poder por mais de 20 anos controlando a política, no entanto suas ações foram todas questionadas desde o ato do golpe com leis criadas para tirar o direito dos cidadãos bem como a AI5 ato que violava todo e qualquer principio de democracia alem de outros atos contra a sociedade como o atentado no Rio Centro. O governo não conseguiu se estabelecer por mais de 21 anos vindo passar o poder político no ano de 1985 para um civil o então presidente eleito Tancredo Neves que vindo a morrer passou a assumir a presidência da republica José Sarney. (Couto, Ronaldo Costa. História Indiscreta da Ditadura e da Abertura: Brasil: 1964-1985/Ronaldo Costa Couto. 4ª Ed. – Rio de Janeiro: Record, 2003.)

(Lelas da Silva Santana, acadêmico de História pela Unifan, guarda civil metropolitano de Goiânia - Email lelascarcara@hotmail.com / www.facebook.com/lorlelas.santana)