Goianésia saiu na frente ao obrigar uso de máscaras de proteção da Covid-19

diario da manha

O prefeito de Goianésia, Renato de Castro (MDB), saiu na frente de todos os gestores do país em uma medida de saúde pública: ordenar o uso de máscaras de proteção contra a Covid-19.

Vamos ser sinceros: não é atitude fácil de ser tomada diante de uma era de trevas e anticiência que impera em alguns estratos da sociedade.

Ainda existe gente que não acredita no vírus.

Renato adianta que conversou com o governador Ronaldo Caiado (DEM) e acredita que a partir do dia 19 a medida valerá para todo Estado, que caminha para flexibilizar a quarentena para o comércio.

O decreto municipal foi publicado no dia 6 de abril e deve antecipar o que será bastante comum da semana que vem em diante.

A legislação tem sido copiada por outros prefeitos. Melhor dizendo: aumentou a busca pelo PDF do documento justamente pela justeza da medida aplicada em Goianésia.

O prefeito informou este blog que a Prefeitura de Goianésia bancará de imediato a fabricação de 50 mil máscaras para, inclusive, “movimentar a economia do município”.

Goianésia não tem nenhum óbito e a curva de casos está controlada.

 

 

Welliton Carlos é autor deste blog, jornalista, advogado, mestre em Direito e doutor em sociologia pela UFG. Escreve aqui sobre política, cultura e tecnologia 

Comentários