Brasil

Gabriela Duarte recebe apelo de internautas para 'interditar' a mãe Regina Duarte

diario da manha

Após entrevista polêmica de Regina Duarte para a CNN Brasil na tarde de quinta-feira (7), onde ela minimizou mortes com a covid-19, exaltou a Ditadura e perdeu a paciência com uma fala da Maitê Proença, Gabriela Duarte, filha da atual secretária da Cultura, começou a receber uma enxurrada de apelos para que de alguma forma a atriz conseguisse conter a mãe.

Na última publicação em seu Instagram, que se trata de uma tentativa de ajudar as mulheres agredidas durante a quarentena, muitos seguidores foram atrás de um posicionamento de Gabriela sobre a postura de Regina, ganhando apoio até de famosos. “Gabi, todo meu carinho”, escreveu a atriz Samara Felippo.

O ator Bruno Gagliasso detonou a secretária de Cultura e deixou claro que é impossível perdoá-la. “Essa senhora está a serviço de quem? Tratando torturados e mortos na ditadura como vidas que se perdem em mortes naturais? A quem ela pensa representar além desse governo de monstros? Regina Duarte, que vergonha de você”, declarou.

Vários internautas pediram internação de Regina Duarte com tamanha aberração de suas falas. “Amada, desculpa me intrometer, mas não seria o caso de interditar sua mãe?”, disse um, “Imagina como não nos sentimos com a sua mãe no governo?”, acrescentou outro. “O que foi essa entrevista da sua mãe para CNN hoje? Ajuda a ela”, pediu um terceiro seguidor.

“Foi um absurdo e deplorável o que a sua mãe falou hoje na CNN sobre os mortos da ditadura. Dá uns toques nela porque ela precisa assistir a uns documentários, quem sabe ler uns livros de história talvez ajude”, sugeriu Carol Mesquita.

Comentários