Cidades

Dois suspeitos de matar casal na frente da filha em Goiânia são presos no Tocantins

Um dos suspeitos é investigado por uma tentativa de homicídio, em Miranorte no mês de julho

diario da manha
Foto: Reprodução

Os dois suspeitos de assassinar Júnior Leão Feitosa, de 30 anos, e Karmen Lúcia da Silva, de 33, na frente da filha de nove anos, em uma rua do Setor Santos Dumont, em Goiânia, foram presos em Miranorte, na Região Central do Tocantins. O crime aconteceu no fim do mês de maio e o casal estava entregando marmita quando foram atacados.

Os suspeitos foram identificados apenas com as iniciais dos nomes. J. P. O. e R. S. M.. Eles foram encontrados na última sexta-feira (16/8). De acordo com o delegado, Lucas Brito Santana, de Miranorte, a operação que levou a prisão dos dois foi uma parceria entre os policiais de Goiás e do Tocantins.

Ainda segundo o delegado, o suspeito R. S. M. é investigado por uma tentativa de homicídio em Miranorte no mês de julho.  A Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) informou que a criança dormia no banco traseiro do carro, quando os pais foram baleados.

Os suspeitos fugiram em um carro que estava parado na esquina

Imagens de uma câmera de segurança mostram que o casal estava conversando na calçada e o veículo estava bem próximo deles, quando dois homens surgem caminhando a pé pela rua. Eles chegam e atiram várias vezes. Mesmo com as vítimas caídas no chão, os suspeitos continuaram atirando. O casal foi atingido na cabeça, peito, pescoço e costas.

De acordo com o boletim de ocorrência, o casal tinha um restaurante em Inhumas, Região Metropolitana de Goiânia e eles teriam fechado uma venda por telefone e foram fazer a entrega. Não há informações sobre o que motivou o crime. Os dois homens fugiram logo em seguida com a ajuda de um carro de cor branca, que estava parado na esquina.

As imagens mostram que após o ocorrido a criança desce do carro, vê os pais mortos e sai correndo. Moradores do local acolheram a menina e acionaram a PM. Como um dos suspeitos é investigado por crimes no Tocantins, ainda não existe a informação se os dois serão transferidos para Goiás.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO