Cidades

Prazo para inscrição em casamento coletivo é prorrogado pela Defensoria Pública

Os casais interessados devem ser moradores de Goiânia

diario da manha
Foto: Reprodução

Casamento coletivo promovido pela Defensoria Pública de Goiás (DEP-GO) tem prazo para inscrição prorrogado até sexta-feira (23/8). A cerimônia acontece no dia 2 de outubro, às 16h, em Goiânia, 100 casais poderão oficializar a união no civil.

Os interessados deverão acessar a listagem de documentos disponível no site ou no local de inscrições. As inscrições serão feitas na sede de Atendimento Inicial Família da DPE-GO, no Setor Marista, em Goiânia, das 8h às 18h.

Os casais interessados devem ser moradores de Goiânia. São três listas de documentação, divididas em diferentes exigências para quem é solteiro, divorciado ou viúvo. Os documentos deverão ser entregues e validados na Defensoria Pública.

Após a entrega da documentação, os casais ficam automaticamente inscritos na 1a Celebração de Casamento Coletivo da DPE-GO, eles devem aguardar a chamada do Cartório Silva que é parceiro do projeto e, assim, dar entrada no casamento.

Documentação necessária para casamento coletivo

A documentação necessária para solteiros é um documento pessoal com foto, certidão de nascimento original, comprovante de endereço atual com CEP, consulta a restituição do Imposto de Renda e comprovante de renda.

Caso a pessoa não tenha contracheque é obrigatório levar dois destes documentos: carteira de trabalho e comprovante de recebimento, além disso, extrato de benefício do INSS, extrato de conta bancária dos últimos três meses, três últimas contas de energia ou de água, cartão de benefício do governo ou extrato do FGTS e PIS.

Já para os divorciados, é necessário o documento pessoal, certidão com averbação de divórcio, comprovante de partilha de bens, comprovante de endereço atual com CEP e também a consulta a restituição do Imposto de Renda e comprovante de renda.

E caso não tenha contracheque, os divorciados deverão fazer a mesma coisa que os solteiros, levar dois destes documentos: carteira de trabalho e comprovante de recebimento, extrato de benefício do INSS, extrato de conta bancária dos últimos três meses, três últimas contas de energia ou de água e cartão de benefício do governo ou extrato do FGTS e PIS.

Os viúvos além dessa documentação, precisarão da certidão de casamento com anotação de óbito ou certidão de casamento e certidão de óbito e inventário. A Defensoria Pública Inicial Família, está localizada na Alameda Coronel Joaquim Bastos, n° 282, no Setor Marista, em Goiânia.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO