Cidades

Casal é preso suspeito de abandonar criança deficiente para vender drogas

A criança foi encontrada deitada em um colchão, após vizinhos escutarem o choro dela

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma mulher e o marido dela foram presos na noite da última sexta-feira (27/9), suspeitos de abandonar a filha de 10 anos, que possui deficiência mental e física para vender drogas, em Goiânia.

Segundo a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO), a criança foi encontrada deitada em um colchão, após vizinhos escutarem o choro dela.

O sargento da PM que esteve no local, Adílio Sergio Couto, relata que a criança se debatia por causa do calor e se enrolou em um lençol. De acordo com ele, a menina estava quase se asfixiando.

O casal foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO). De acordo com o delegado que registrou o caso, Eduardo Carrara, a mulher confirmou o tráfico de drogas.

“A mulher confessou que o marido tinha saído para entregar droga, mas que era a primeira vez que ela deixava a filha sozinha”, afirma o delegado.

Casal foi preso em flagrante por abandonar a criança e por tráfico de drogas

O delegado afirma que, quando a equipe da PM chegou na casa da família, a criança estava sozinha e algumas pessoas informaram o modelo do carro que o casal estava. Pouco tempo depois eles foram encontrados.

Porções de maconha foram encontradas no automóvel e na residência da família. Segundo o delegado, o total foi de 350 gramas da droga. Eduardo Carrara afirma que o casal foi preso em flagrante por tráfico de drogas e abandono de incapaz.

A mulher e o marido devem passar por audiência de custódia na tarde deste sábado (28/9). Nela será definido se eles continuarão presos. A criança está com parentes da mãe.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO