Cidades

Operação "A Grande Família do Crime" prende empresários por sonegação fiscal

Eles são investigados pela DECAR por fazerem parte de uma organização criminosa especializada na receptação de cargas roubadas de gênero alimentício

diario da manha
Foto: Reprodução

Nesta quinta-feira (12/9), quatro homens foram presos por receptação qualificada, associação criminosa e sonegação fiscal, na Operação “A Grande Família do Crime”.

A operação foi deflagrada pela Polícia Civil do Estado de Goiás (PCGO), representada pela Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas do Estado de Goiás (Decar), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e ficais da Secretaria da Fazenda (Sefaz).

Os presos, Leonardo Oliveira Fernandes, Leonardo Oliveira Fernandes Junior, Lucas Faria Fernandes e Wesley Henrique de Brito Araújo fazem parte da mesma família.

Pai e filho são sócios proprietários de uma rede de supermercados, em Goiânia. Eles são investigados pela DECAR por fazerem parte de uma organização criminosa especializada na receptação de cargas roubadas de gênero alimentício.

R$ 1,5 milhão em cargas roubadas foram encontrados

A atuação do fisco goiano, o qual é responsável por controlar e fiscalizar se as empresas estão cumprindo as exigências da lei tributária, foi determinante para as prisões. Os empresários foram multados com valores que se aproximam de R$ 1 milhão.

Essa investigação faz parte da força tarefa estabelecida entre a PC, PRF e SEFAZ. Dentro dos supermercados e em um de seus depósitos, foram encontradas mais de cinco cargas que teriam sido roubadas nos últimos três meses em Brasília e Minas Gerais. Somadas, as cargas ultrapassam R$ 1,5 milhão.

Operação “Livrai-nos do mal” na última semana

Na última semana, a segunda fase da Operação “Livrai-nos do mal”, uma operação conjunta, prendeu o suspeito liderar uma organização criminosa.

Ele que já era investigado pela Decar, como sendo líder de uma organização criminosa especializada em receptação de cargas roubadas e furtadas, foi autuado por receptação qualificada e uso de documento falso.

A operação é uma parceria da PC através da Decar, a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) e a PRF.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO