Cidades

Tatuador de Goiás posta video maquiando esposa tetraplégica e viraliza nas redes sociais

Em seu perfil nas redes sociais, o tatuador mostra o dia a dia com a esposa e as duas filhas do casal

diario da manha
Foto: Reprodução - Jimmie França / Arquivo Pessoal

Jimme França, de 34 anos, tatuador de Senador Canedo, Região Metropolitana de Goiânia, viralizou nas redes sociais após postar um vídeo maquiando a esposa, que ficou tetraplégica depois da retirada de um tumor provocado por um câncer.

Por causa da doença, Danielly Narew de Lima, de 24 anos, perdeu os movimentos, a fala, e só respira com a ajuda de aparelhos. Em seu perfil nas redes sociais, o tatuador mostra o dia a dia com a esposa e as duas filhas do casal. Atualmente, a postagem do vídeo de maquiagem já tem mais de 28 mil visualizações.

Até o fim do ano passado Danielly levava uma vida normal, mas, segundo o marido, começou a se sentir mal. Os sintomas foram piorando e ela foi perdendo os movimentos.

Depois de vários exames sem um diagnóstico preciso, a família resolveu procurar um neurologista e veio a descoberta de um tumor no sistema nervoso dela. O tatuador conta que a esposa fez uma cirurgia de emergência para a retirada do tumor e ficou com sequelas.

Ao lado das filhas pequenas do casal, Maria Luiza, de 5 anos, e Maria Eduarda, de 3, o tatuador tem se dedicado 24 horas por dia ao tratamento da esposa. Segundo ele, a rotina é puxada, mas tenta fazer do ambiente familiar algo mais leve não só para as crianças, mas para a recuperação da própria esposa, com quem já está há oito anos.

Ao publicar o vídeo maquiando a esposa, ele postou um texto onde fala da sua missão. “Cuidar, cuidar e cuidar… o que Deus me deu como ‘missão’, na verdade é um privilégio… Como é bom cuidar das minhas mulheres, do meu jeito ogro de ser, vou dando o que tenho e o que tenho aprendido, obrigado por deixar desde sempre que eu cuidasse de todos os detalhes para que tudo fosse/é perfeito!”, escreveu Jimmie.

A postagem foi feita no início do mês passado, quando Danielly ainda estava internada no Centro de Reabilitação e Readaptação Dr. Henrique Santillo (Crer). Na ocasião, o tatuador torcia para que a mulher pudesse voltar para casa após dez meses internada. E o desejo dele foi realizado ainda no fim do mês de julho.

Em entrevista ao portal G1, Jimme conta que seu perfil como tatuador tinha 18 mil seguidores e agora está com 45 mil. “Todos os dias desde esse de 8 de julho aparecem de 1k (mil) a 2k por dia. E as pessoas vão compartilhando.”

” A ideia da minha rede social é também aumentar o alcance dela e conseguirmos cada vez mais um tratamento adequado para Dani. Que seja tratamento experimental ou equipamentos, que ajudem ela voltar a respirar”, explica.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO