Cidades

Jovem com transtorno bipolar desaparece em Goiânia

O jovem, de 29 anos, foi visto pela última vez no Setor Jardim Nova Esperança, em Goiânia

diario da manha
Jovem com transtorno bipolar desaparece em Goiânia | Foto: Reprodução

Rafael Rodrigues da Silva, de 29 anos, está desaparecido desde o último dia 5, em Goiânia. O jovem é portador de transtorno bipolar e foi visto pela última vez no setor Jardim Nova Esperança, localizado na capital goiana.

A mãe de Rafael, Laurentina Rodrigues da Silva, é diarista e está a procura do filho. Segundo ela, o jovem toma remédios controlados e, por isso, não realiza atividades trabalhistas.

Laurentina afirma que o jovem foi visto pela última vez vestindo uma calça azul e camisa xadrez em tons vermelhos. “Ele é moreno claro, tem 1,80 metro de altura, cabelo baixinho e pouca barba”, descreve a mãe de Rafael.

Rafael foi visto pela última vez pelo marido da proprietária da residência em que ele morava, no Jardim Nova Esperança, de acordo com a diarista. “Ele deve estar andando com uma mochila com os seus pertences pessoais”, afirma.

O jovem já sumiu em outras ocasiões e, segundo a mãe, ele foi encontrado na igreja em que costumava ir. “Ele ficou três dias fora de casa, mas eu o encontrei na igreja que ele congrega, na saída de Inhumas”, relata Laurentina.

O transtorno bipolar é uma das principais causas de incapacidade, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS)

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o Transtorno afetivo bipolar afeta cerca de 140 milhões de pessoas no mundo atualmente. A bipolaridade, considerada uma das principais causas de incapacidade pela organização, ainda não tem causa exata conhecida.

O transtorno tem como principais características episódios depressivos alternados com episódios de euforia, e ainda, momentos em que intercalam os dois tipos de comportamento.

Com informações do G1

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO