Cidades

Menina de 6 anos é esfaqueada em Rio Verde

Suspeito de esfaquear a menina foi preso e confessou o crime

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma tentativa de assalto na madrugada da última quinta-feira (17/10) terminou com uma menina de seis anos esfaqueada pelo suspeito, em Rio Verde, a 238 quilômetros de Goiânia.

O caso foi registrado pela equipe do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Rio Verde. Conforme as informações levantadas pela reportagem, o suspeito pulou o muro e conseguiu entrar na residência por uma porta que estava aberta.

A criança percebeu que uma pessoa havia invadido a casa e gritou para alertar os pais, nesse momento, o indivíduo esfaqueou a menina e fugiu com dois celulares.

Os pais da criança acordaram com o grito e viram o suspeito fugir, enquanto a criança foi levada para o Hospital de Urgências da Região Sudoeste (Hurso). Na unidade a menina foi submetida ao procedimento cirúrgico e está internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) pediátrica do hospital.

A equipe do Gepatri responsável pelas investigações, recebeu a informação de que um homem com as características do indivíduo e identificado como Adailson de Jesus Silva, de 26 anos, poderia ser o autor e foi verificar a veracidade das informações.

Os policiais se deslocaram até o bairro popular com as fotos do suspeito, que tem uma extensa ficha criminal, e descobriram que Adailson morava em uma rua do Bairro Popular, em uma kitnet.

A polícia afirmou que ao chegar ao local, um homem fugiu para dentro do banheiro. Nesse momento os policiais encontraram o dono das kitnets e através de uma chave reserva conseguiram abrira a porta, o suspeito então fugiu da polícia pelo telhado do banheiro.

Suspeito de esfaquear menina em Rio Verde tentou fugir pelo telhado

O suspeito tentou fugir pelo telhado das casas da região, mas após 1h e 11 minutos, a equipe policial conseguiu efetuar a prisão de Adailson no fundo de uma oficina de veículos. A polícia encontrou na casa de Adailson três chips de uma operadora de telefonia, um aparelho celular Lenovo, um botijão de gás, uma TV sem procedência, um carregador de celular, cinco calcinhas e uma carteira.

Adailson foi preso em flagrante e encaminhado à delegacia da cidade, na delegacia ele confessou o crime e deu informações de onde a polícia poderia encontrar o outro aparelho celular roubado. De acordo com a polícia o botijão de gás, os celulares, os chips e três são calcinhas foram roubadas na casa da menina que foi esfaqueada.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO