Cidades

Mulher é presa suspeita de matar marido queimado

A mulher esperou o marido dormir, para atear álcool e fogo sobre ele

diario da manha
Foto: Reprodução

Uma mulher de 51 anos, suspeita de matar o marido queimado no Residencial Santa Efigênia, em Goiânia, no dia 24 de outubro, foi presa pela Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH).

Rosemir de Araújo Gueremito de Souza, teria ateado fogo contra o próprio marido, Chanter Ley Pereira de Almeida, após uma discussão. O homem teve 90% do corpo queimado e morreu em um hospital três dias depois do ataque.

De acordo com as investigações, Rosemir esperou o marido dormir, para atear álcool e fogo sobre ele. No interrogatório, a mulher admitiu que ateou fogo em Chanter Ley por não aceitar o término do relacionamento.

Comentários

Mais de Cidades

29 de julho de 2019 as 16:33

Nota de Falecimento

15 de maio de 2019 as 15:55

16°CRPM EM AÇÃO

15 de maio de 2019 as 15:53

CPC EM AÇÃO