Cidades

Pai fala de aflição após filha ficar horas desaparecida, em Alto Paraíso de Goiás

Diante do desaparecimento, a prefeitura disse que vai reforçar as formas de controle de entrada e saída dos estudantes no transporte escolar, por meio de crachá de identificação e lista de presença (leia a íntegra ao final

diario da manha
Foto: Reprodução

O gari Dieverson de Moura Dias contou sobre momentos de aflição que viveu durante duas horas que a filha ficou desaparecida, em Alto Paraíso de Goiás, no entorno do Distrito Federal. Segundo a Polícia Militar (PM), que ajudou nas buscas, Gabriela, de 6 anos, entrou, por engano, em um ônibus ao sair da escola e foi parar em um ponto de ônibus na zona rural, cerca de 20 km de distância do centro da cidade.

A situação aconteceu no último dia 10 de março. A avó da criança, Eny de Moura, contou que a neta é muito quietinha e alguém da escola que organizava a saída das crianças colocou a menina em uma fila das crianças que moram na zona rural e vão de ônibus para casa.

Dieverson conta que ficou muito angustiado e aflito durante as buscas pela filha, mas ressalta que ficou mais tranquilo e feliz após o resgate. A Prefeitura de Alto Paraíso de Goiás informou em nota que a aluna da Escola Municipal Zeca de Farias entrou em um ônibus escolar sem o consentimento dos pais e foi para a casa de uma amiga da mesma turma que mora na zona rural. Ainda de acordo com a prefeitura, assim que foi confirmado que a menina estava na chácara, a PM trouxe a criança de volta aos pais.

Diante do desaparecimento, a prefeitura disse que vai reforçar as formas de controle de entrada e saída dos estudantes no transporte escolar, por meio de crachá de identificação e lista de presença (leia a íntegra ao final.

Segundo informações do G1

Leia também:

Comentários