Home / Cidades

CIDADES

Tribunal determina destruição de itens apreendidos com Lázaro Barbosa

Machado e pen drive usados pelo criminoso serão descartados após avaliação judicial

(Foto: Polícia Civil) (Foto: Polícia Civil)

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO) determinou a destruição de um machado e um pen drive que haviam sido apreendidos com Lázaro Barbosa durante a sua captura, em junho do ano passado.

Lázaro foi morto após 20 dias de intensa busca pela polícia nas regiões de Cocalzinho de Goiás e Águas Lindas, onde ele cometia crimes como assassinatos, estupros e roubos.

De acordo com a decisão judicial, proferida pelo juiz Felipe Junqueira d'Ávila Ribeiro em 6 de outubro, um oficial de Justiça foi encarregado de avaliar os itens apreendidos e definir o destino deles. Como o valor dos objetos era irrisório, inferior aos custos de um possível leilão, o magistrado optou pela destruição, que já foi realizada.

NOTÍCIAS RELACIONADAS:

Lázaro ficou conhecido por matar quatro pessoas da mesma família em Ceilândia no dia 9 de junho de 2021. Em seguida, ele fugiu para a zona rural de Cocalzinho, onde se escondia na mata e cometia novos crimes, recebendo ainda apoio de familiares e de um fazendeiro da região.

Após 20 dias de buscas envolvendo mais de 200 agentes de segurança, Lázaro foi localizado e morto durante confronto com a polícia em Águas Lindas de Goiás. Ele era suspeito de mais de 30 crimes cometidos em Goiás, Bahia e Distrito Federal.

Com a destruição dos itens, determinada pelo TJ-GO, são encerradas as últimas pendências judiciais relacionadas aos casos investigados contra Lázaro Barbosa antes de sua morte durante a captura.

Leia também:

  

edição
do dia

Capa do dia

últimas
notícias

+ notícias