Coronavírus

Ataques de Bolsonaro à China provocam atraso no envio de IFA, diz Butantan

Butantan confirma atraso de IFA e culpa ataques de Bolsonaro á china .

diario da manha

Dimas Covas Diretor do Instituto Butantan, confirmou nesta quinta-feira (5), redução na previsão da entrega da matéria prima que auxilia na produção da vacina Coronavac. Ou seja, haverá atraso da entrega de insumo enviados pela China e o Instituto não poderá cumprir o calendário de entrega no tempo determinado.

O diretor também culpa os ataques do Presidente Jair Bolsonaro à China na relação entre os dois países na produção de vacinas. Segundo Covas semelhantemente o Instituto ia receber até o dia (10) seis mil litros do insumo para o preparo do imunizante.

Porém até agora só receberá dois mil até o dia 13 e o restante foi posteriormente adiado, o último carregamento era esperado em 24 de Março só chegou no dia 19 de Abril

Embora a embaixada da China no Brasil venha dizendo que não há esse tipo de problema, mas a nossa impressão é de quem está na ponta é que existe dificuldade, uma burocracia que está sendo mais lenta do que seria habitual e com autorizações muito reduzidas e volumes. Então, obviamente essas declarações têm impacto e nós ficamos à mercê dessa situação” afirma Dimas Covas.

Na quarta-feira Bolsonaro fez criticas sem citar diretamente o país asiático, mas semelhantemente o Presidente falou diretamente que a China criou o coronavírus para ter uma “guerra química” .

“É um vírus novo, ninguém sabe se nasceu em laboratório ou porque um ser humano ingeriu um animal inadequado” , disse o Bolsonaro. Em virtude do atraso da entrega de insumos, o Instituto não vai conseguir cumprir com a data das 46 milhões de dose prevista para o dia 30 de Abril todavia esta data ainda não foi cumprida.

Todas as declarações [do presidente] neste sentido têm repercussão. Nós já tivemos um grande problema no começo do ano e estamos enfrentando de novo esse problema”, disse Covas.

Leia também:

Comentários