Coronavírus

Alemanha prevê internações em UTIs com novo pico da covid-19

País está prestes a atingir o pico da quarta onda de covid-19, autoridades pedem que população limite seus contatos

diario da manha
Foto: Pixabay

Prestes a atingir o pico da quarta onda de contágio por covid-19 em dezembro, a associação alemã para medicinade terapia intensiva informou, nesta quarta-feira, 1, que 6 mil leitos de UTI podem ser ocupados até o Natal.

O representante da associação, Andreas Schuppert, informou durante coletiva de imprensa que está relativamente otimista de que um novo pico de covid-19 possa ocorrer nas próximas duas semanas, porém levará um certo tempo para que chegue nos hospitais.

Novas restrições

Até a última terça-feira, 30, o país registrou 68.680 novos casos de covid-19 e 444 mortes pela doença.

Com a confirmação de pelo menos dois casos da variante ômicron, autoridades da Alemanha foram pressionadas a tomar medidas mais rígidas para conter o avanço da nova cepa, restringindo vôos procedentes da África do Sul.

O presidente do país, Frank-Walter Steinmeier, pediu à população que limite seus contatos, além de solicitar que mais pessoas se vacinem. A Alemanha tem aproximadamente 83 milhões de habitantes, e apenas 68% da população está completamente vacinada.

Leia também

Comentários