Cotidiano

BRT custará R$ 901 milhões

Gestores da ANTT se reúnem com Vilmar Rocha para tirar BRT do Entorno do papel

Da assessoria
O secretário de Cidades e Meio Ambiente, Vilmar Rocha, recebeu na última quarta-feira (11), em seu gabinete, o secretário nacional de Transporte e Mobilidade Urbana, Dário Reis, e a diretora da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Ana Patrizia Gonçalves de Lira. A pauta era avançar no projeto de instalação do BRT do Entorno do DF, que liga Santa Maria, no Distrito Federal, a Luziânia.
O BRT do Entorno Sul está orçado em R$ 901 milhões e terá uma extensão de 30 quilômetros, interligando a Rodoviária do Plano Piloto à Unidade Administrativa dos municípios de Luziânia, Valparaíso, Cidade Ocidental e Novo Gama, através da BR-040. Atualmente, a demanda para este trecho é de 147 mil passageiros por dia e as previsões é que em 10 anos chegue a mais de 197 mil passageiros por dia.
“Foi uma reunião objetiva, profissional e de um valor muito importante porque estamos padronizando as informações e as medidas em conjunto entre o governo de GO e do DF com a ANTT para que possamos avançar na viabilização deste projeto”, explicou o secretário Vilmar Rocha.
Para o secretário nacional de Mobilidade Urbana, o projeto é de extrema importância e o Ministério das Cidades está empenhado para ajudar e garantir a implantação do BRT na região. “A nossa vinda para Goiânia demonstra o quanto estamos interessados em ajudar o governo de Goiás e o valor que damos a este projeto”, afirmou Dário Reis. “É um projeto importante para Goiás, para o Distrito Federal e para o Brasil”, completou.

Comentários

Mais de Cotidiano