Estado Islâmico assume autoria de ataque a museu na Tunísia

diario da manha

O grupo Estado Islâmico divulgou um comunicado nesta quinta-feira (19) assumindo a responsabilidade pelo ataque a um museu nacional na Tunísia que deixou 23 mortos, a maioria turistas. O grupo afirma que o alvo foram “cidadãos de países cruzados”.

O documento, que apareceu num fórum online onde mensagens do grupo são postadas, descreve o ataque de quarta-feira como uma “invasão abençoada de um dos antros de infiéis e do vício na Tunísia muçulmana”. A mensagem diz que foram dois os realizadores do ataque e que eles não foram mortos até ficarem sem munição.

O grupo também promete novas ações violentas. “Esperem pelas boas novas que farão mal a vocês, impuros, porque o que vocês veem hoje é a primeira gota da chuva”, diz o comunicado, cuja existência também foi alertada pelo SITE Intelligence Group, que acompanha ações extremistas na internet.

(Agência Estado)

Comentários