Cotidiano

Este ano a polícia de São Paulo matou duas pessoas por dia

diario da manha
Ilustrativa

A corregedoria da Polícia Militar de São Paulo revelou que este ano 117 pessoas morreram em supostos confrontos com militares. A média é de dois por dia, semelhante ao ano passado quando houve 801 casos e o dobro de 2013, quando foram 440 óbitos.

Na tentativa de diminuir a letalidade policial, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo vai mudar o modo de investigar este tipo de morte. Devem estar presentes na cena do crime: um delegado, o comandante da área em que aconteceu a ocorrência, um promotor e um integrante da corregedoria da PM.

Para a coluna da jornalista Mônica Bergamo, o ouvidor Julio Neves afirmou que “a PM alega que a bandidagem está mais ousada no confronto, mas o que causa o aumento é a impunidade, dos dois lados”. Ele defende as novas medidas, mas sugere a presença de um defensor público na cena do crime.

Comentários

Mais de Cotidiano