Cotidiano

Funcionária do Cais de Rio Verde é assassinada

diario da manha

Oníria Guimarães

Servidores municipais, em especial os do Cais de Rio Verde, se comoveram diante de mais um crime brutal ocorrido no final de semana. No domingo, 22, a técnica em Enfermagem Silvia Gomes da Silva, funcionária do Cais de Rio Verde, foi assassinada em uma fazenda próxima a cidade de Iporá. Segundo relatos de familiares ela foi assassinada pelo companheiro, após uma discussão entre o casal. Júlio Cesar Cardozo, que se encontra foragido, é suspeito de sacar um revolver e efetuar vários disparos.

O motivo da discussão entre o casal ainda é desconhecido e a revolta dos amigos e familiares da vítima é imensa, já que a mesma era muito querida não só pelos familiares, mas por todos os colegas de trabalho, por quem já foi atendido por ela no Cais e pelos servidores municipais. Amigos atestam que além de muita querida na cidade, Sílvia era uma pessoa muito feliz e foi assassinada justamente no dia que completou 44 anos de idade.

Comentários

Mais de Cotidiano