Cotidiano

Sem margem para protestos

diario da manha
Meia Felipe Menezes tenta jogada de linha de fundo (mel castro)

Próximo ao pico das manifestações contra o governo, na Serrinha, esmeraldino vence Itumbiara e dispara

Alvaro de Castro Da editoria de Esportes

O dia 15 de março talvez não fosse o melhor dia para uma partida de futebol no Estádio da Serrinha. Isso porque a manifestação contra o governo da presidente Dilma Rousseff, marcada para o domingo, tinha como ponto final a sede da Polícia Federal, situada exatamente em frente a casa esmeraldina. Ou seja, milhares de pessoas se aglomeravam em frente ao local da partida, atrapalhando ainda mais a chegada dos poucos torcedores que foram ao jogo. Fora isso, a chuva também distanciou o torcedor da casa alviverde.
Dentro de campo, o Goiás acordou no segundo tempo e saiu vencedor do jogo. O placar final apontou 1 a 0 para o Verdão em cima do Itumbiara, até então líder do Grupo A da competição. Com a vitória, o Verdão chegou aos 21 pontos e se firmou, ainda mais, na liderança do Grupo B do Goianão. Mesmo com a derrota, o tricolor continuou na liderança do Grupo A, com 18 tentos. Isso graças à derrota do Trindade para a Aparecidense.
Na próxima rodada, o esmeraldino vai até o Jonas Duarte encarar a Anapolina. O jogo acontece no próximo domingo (22), às 16h. No sábado (21), o Itumbiara volta a Goiânia, mas dessa vez vai até o Serra Dourada para enfrentar o Atlético-GO, também às 16h.

O JOGO
Jogando dentro de casa, após sonora goleada no meio de semana, o Goiás começou o jogo tentando apagar as más impressões deixadas nas partidas anteriores, na Serrinha. Apesar do bom ímpeto inicial, o Verdão não conseguia finalizar com qualidade. Erik, nas jogadas individuais, e Felipe Menezes, nas bolas aéreas, foram as principais peças do Goiás. Porém, sem aproximação e boas triangulações, o esmeraldino não conseguiu sair do zero. O Gigante da Fronteira, com a clara postura de se proteger, não conseguiu, nem no contra ataques, ser efetivo.
De perigoso mesmo, aos 28 minutos, Ruan fez boa jogada pelo lado direito e cruzou na pequena área. Por muito pouco, Danilo não balança as redes. Antes da chegada do atacante, Gladstone mandou para longe. A resposta do Itumbiara veio aos 32. Jeferson recebeu a bola na entrada da área e bateu, a bola tirou tinta do goleiro Renan. Fora isso, a partida continuou sonolenta. Aos 45 minutos, cravados, o árbitro teminou o primeiro tempo. Goiás 0, Itumbiara 0.

2º tempo
Na segunda etapa, o Goiás veio com mais força para o ataque. Porém, a falta de capricho, aliado à boa participação do goleiro Rodrigo Calaça, velho conhecido do torcedor esmeraldino, não deixou o Goiás chegar ao gol nos primeiros minutos do segundo tempo. Felipe Saturnino tentou belo chute de fora da área, aos 3 minutos, Calaça fez bela defesa. Logo em seguida, foi a vez de Erik parar no ex-arqueiro do Verdão.
A apatia de ambas as equipes deu lugar há boas movimentações de ataque na segunda. O Goiás chegava com maior efetividade. Já o Gigante da Fronteira conseguiu executar bons contra-ataques, principalmente com Ernane e Romário. Aos 18 minutos, na bola parada, o zagueiro Junior Lopes mandou uma bomba. Calaça, em tarde inspirada, mandou para escanteio.
Com o melhor futebol, mais jogadores do Verdão começaram a aparecer no jogo. Contestado por parte da torcida durante todo o jogo, coube a Ruan o papel de protagonista na Serrinha. Aos 29 minutos, o atacante fez linda jogada dentro da área, passou por dois marcadores e bateu no canto direito de Calaça, sem chances de defesa. Goiás 1 a 0. Na comemoração, o garoto foi até a torcida e pediu para ouvir o grito dos torcedores, que antes hostilizavam sua atuação. Não satisfeito, Ruan pediu substituição logo após o tento anotado. Saindo ovacionado pelo público.
No final da partida, ainda deu tempo para Gladstone assustar o goleiro Renan em boa cabeçada. Porém, o capitão do Verdão espalmou e tirou o perigo da meta esmeraldina. Sem tempo para mais nada, aos 48 minutos, Elmo Resende apitou o fim da partida.

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser