Cotidiano

Valdívia pede dispensa da seleção chilena

diario da manha
divulgação

Da redação
Valdivia (foto) não quer se juntar à seleção chilena para a disputa dos amistosos na última semana de março. Pelo menos é o que informou Oswaldo de Oliveira ontem, em coletiva de imprensa no Allianz Parque, após a vitória do Palmeiras por 1 a 0 contra o XV de Piracicaba.
O treinador relevou que o camisa 10 pediu dispensa para que pudesse jogar pela primeira vez em 2015 com a camisa do Palmeiras e não defendendo a seleção.
“O Valdivia teve essa semana uma atitude que eu achei bacana. Ele pediu para o clube tentar junto à federação do Chile para que ele não vá para lá. Porque ele não quer jogar lá antes de jogar aqui. Achei isso muito bacana. Espero que a solicitação dele tenha eco”, disse o comandante.
Oswaldo afirmou que, dificilmente, Valdivia poderá entrar em campo no próximo domingo (22), para enfrentar o São Bernardo. A projeção do treinador é que ele esteja à disposição perto do fim da 1ª fase do Estadual.
Valdívia está machucado desde dezembro do ano passado, quando teve uma lesão na coxa esquerda. De lá para cá, o jogador faz tratamento intensivo para tentar retornar o quanto antes.
“Como ele tem uma contusão que foi muito grave e cumpre todos esses protocolos, eu não acredito que ele venha a estar pronto para domingo. Vamos precisar de um pouco mais, de 15 dias”.
Além do Brasil, no dia 29, o Chile enfrenta o Irã no dia 26. Valdivia tem contrato até agosto de 2015 e ainda não renovou.

Comentários

Mais de Cotidiano