Cotidiano

Associações militares apoiam decisão do TJ

Maria Teresa Dorneles

diario da manha

 

Os policiais militares comemoraram, ontem, a convocação dos aprovados no último concurso da Polícia Militar que ainda figuram no cadastro de reserva. Antes da decisão do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), a Justiça de primeira instância e o Ministério Público declararam o direito dos concursados em tomarem posse aos respectivos cargos.

Conforme o presidente da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares do Estado de Goiás (APBM-GO), coronel Mendes, a decisão é justa e garante um novo efetivo para atuar nas ruas do Estado. Segundo o militar, os concursados têm direito a ocupar o lugar dos policiais do Simve.

O presidente da Associação de Cabos e Soldados da Policia Militar e Bombeiros do Estado (ACS), Gilberto Cândido de Lima, afirma que o governo parece não entender que os candidatos passaram, de fato, em um concurso e que o Tribunal de Justiça está apenas fazendo Justiça.

Para ele, a demora do governo em realizar a chamada dos candidatos não só prejudica a Polícia Militar de Goiás, mas principalmente a sociedade. Lima diz que assim que assumirem suas posições, os aprovados receberão treinamento especializado na Academia da Polícia Militar (APM) e depois serão encaminhados às ruas para o exercício da profissão.

Comentários

Mais de Cotidiano