Cotidiano

Atriz de Carrossel foge com namorado e deixa família desesperada

Fuga com amigos é comum na adolescência. Apenas em Goiás, dois casais desapareceram nos dois últimos meses. Mas felizmente estão todos vivos após busca policial

diario da manha

 

Tom Carlos

Aconteceu há poucos dias em Goiás: “Namorados de 15 anos fogem juntos e deixam pais em desespero”. A manchete do jornal popularesco Extra, do Rio de Janeiro, parece ter repercutido na ficção, que se tornou também real. Ontem, os pais da atriz mirim Beatriz Parizotto, conhecida por sua participação na novela infantil do SBT Carrossel, divulgou que a adolescente está oficialmente desaparecida.

Parizotto completou recentemente 14 anos e teria fugido de casa com o namorado Tom Toledo, de 17 anos.

Conforme testemunhas, os dois embarcaram em um ônibus na Rodoviária do Tietê, em São Paulo, em direção a Belo Horizonte (MG). A fuga teria ocorrido na noite da última quinta-feira (21).

A atriz foi deixada na escola, mas não assistiu às aulas. A família afirma que recebeu de amigos imagens do casal em um shopping de Belo Horizonte. A polícia foi até o local, mas não encontrou os dois adolescentes.

A irmã da atriz, Jéssica Parizotto, relata que o namoro entre os dois desaparecidos é recente. “Beatriz e Tom se conheceram no dia 15 de abril, há pouco mais de um mês. Eles se viram pessoalmente cerca de três vezes durante este período”, disse.

A família afirma que não conhece em detalhes o namorado de Beatriz. E também ninguém teria notado comportamentos estranhos da adolescente que desapareceu. “Ela não estava arredia ou diferente. Foi um susto. Jantamos todos juntos na noite anterior ao desaparecimento”, diz para a imprensa.

“A Bia é uma ótima menina, boa aluna e dedicada em tudo que faz. Estamos sem entender”, conta Jéssica.

Tanto o pai de Beatriz quanto o irmão de Tom estão em Minas Gerais e procuram o casal. A Polícia Civil e Militar emitiram alerta geral em busca do casal. Os dois são considerados desaparecidos pela polícia e qualquer informação deve ser repassada para as autoridades. Até o fechamento desta edição, as informações da família indicavam que os jovens permaneciam em Minas, mas em local não identificado.

Mídia

Não é apenas o caso de Parizotto que ganhou espaço na mídia. Em abril, dois adolescentes de Jataí, no Sudoeste de Goiás, também desapareceram. O casal de namorados Ihab Jawdat, de 16 anos, e Laura Campos, de 14, teriam ido para escola e desaparecido. Mas apareceram logo em seguida.

O caso mais recente, de Max Felipe Paiva e Giovana Valentim, também foi prosaico: o adolescente pegou o carro do pai – um Honda Civic dourado – e foi até a casa da namorada, em Brasília. Depois do “rolé”, os dois foram encontrados salvos, sem dinheiro, dormindo no carro e mais apaixonados ainda. Como Parizotto, estavam em Minas Gerais.

Alerta da Segurança Pública: Beatriz Parizotto foi vista pela última vez em Belo Horizonte. Pai busca filha em Minas Gerais
Alerta da Segurança Pública: Beatriz Parizotto foi vista pela última vez em Belo Horizonte. Pai busca filha em Minas Gerais

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser