Cotidiano

Goiânia recebe eventos em comemoração à Semana Nacional de Enfrentamento à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

PRF desenvolve trabalho de Mapeamento de Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Meninos e Meninas.

diario da manha

Nesta semana, é promovido pelo governo federal a campanha de enfrentamento à exploração sexual infantil e de adolescentes. Em Goiânia, serão realizadas várias ações para alertar a sociedade sobre esse crime. As atividades são promovidas pela Polícia Rodoviária Federal e por outros órgãos ligados aos Direitos Humanos.

Na manhã de hoje, ocorreu uma planfetagem e conscientização sobre a exploração sexual. O evento foi realizado no Terminal da Praça da Bíblia e um outro na BR 153 com a Anhanguera. O Ministério Público promove durante o período da manhã e da tarde seminário público sobre o efrentamento à exploração . Na noite de hoje, está previsto um seminário na PUC com discussão sobre o tema.

Amanhã, será realizada planfetagem e conscientização na Praça da Matriz, em Campinas. O local é bastante movimentado na terça-feira, dia em que ocorre a realização de novenas na igreja.

Segundo a PRF, na quarta-feira (20), vai ocorrer um ato simbólico. O evento contará com a presença de vítimas da exploração sexual. Balões serão soltos como um ato de luta pela paz, informa. Ainda vai ocorrer um adesivaço nos estabelecimentos localizados às margens da BR-153. Para a conscietização, também está previsto um teatro no posto da PRF a partir das 11h.
O Combate à Exploração Sexual Infantil
A PRF desenvolve um trabalho de Mapeamento de Pontos Vulneráveis à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. A ação é praticada pelo órgão em todo o País. Entre os pontos investigados estão postos de combustível, restaurantes, casas noturnas e áreas de motel localizados próximos das rodovias.

Segundo o órgão, ao ser constatado um local mais propício para a exploração de meninos e meninas, como ambientes em que ocorre a prostituição, tráfico ou uso de drogas, ou aqueles frequentados por uma maior quantidade de homens, ele começa a ser acomapanhado pelos policiais.

A PRF informa que Goiás atualmente é o quarto colocado no ranking do Mapeamento nacional. No monitoramento realizado em 2014, foram constatados 175 pontos vulneráveis à exploração sexual, aponta o órgão.

Com informações da PRF.

Comentários

Mais de Cotidiano