Cotidiano

Maguito convoca nova reunião geral para discutir greve de professores

Prefeito pretende concluir negociações e chegar a acordo com os organizadores da paralisação

diario da manha

 

Beto Silva,Da editoria de Cidades

Em mais uma reunião com os professores paredistas, o prefeito Maguito Vilela, de Aparecida de Goiânia, garantiu que pretende ouvir todas as reivindicações para selar um acordo e fazer com que as crianças voltem o mais rápido possível para as salas de aula. “Meu objetivo ao ouvi-los separadamente é analisar toda a pauta de reivindicações e chegar ao consenso, dentro das possibilidades do município”, justificou.

Maguito disse que pretende também deixar claro quais são os limites fiscais da prefeitura, que deve respeitar a legislação administrativa. Ao final do encontro, o prefeito determinou que seja realizada nova reunião geral, na segunda-feira (25), às 17h, com a participação do comando de greve, Sintego e secretário da Educação, Domingos Pereira. “Nesta reunião, quero finalizar a negociação de todas as solicitações da pauta dos trabalhadores que não dependem de recursos financeiros, e que podemos cumprir com tranquilidade”.

Na terça-feira, 26, um segundo encontro  tratará dos pontos que dependem de recursos financeiros, como o reajuste do piso e progressões salariais. “Pedi o segundo encontro porque é quando a administração terá condições de apresentar uma proposta concreta aos trabalhadores sobre as reivindicações que implicam em impacto financeiro”, explica.

A dificuldade do município em aplicar o reajuste do piso salarial para os professores estaria no fato de que a cidade já se encontra dentro do limite previsto pela Lei de Responsabilidade Fiscal para gastos com pessoal.

Conforme a prefeitura, o Poder Executivo já se ocupa de 51,5% da arrecadação. Pela legislação, a partir de 54% o gestor e toda a administração  podem ser processados por conta da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

tags:

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser