Cotidiano

Profissionais de saúde  questionam cortes e cogitam greve

Sindsaúde convoca servidores estaduais para lutar por direitos

diario da manha

 

Da Redação

Os servidores da Secretaria Estadual de Saúde  realizam hoje Assembleia Geral, no auditório da Assembleia Legislativa de Goiás. Em pauta, parcelamento do pagamento, alteração do Estatuto do Servidor (Quinquênio e abono de falta justificada), alteração do Plano de Cargos e Remuneração (Adicional de Titulação e Aperfeiçoamento), dentre outros.  Alguns profissionais não descartam greve para conseguir cumprimento de direitos.

“O ano de 2015 não tem sido fácil para a classe trabalhadora de Goiás. Já no primeiro quadrimestre, os trabalhadores sofreram um ataque descomunal contra seus direitos trabalhistas. Para lutar contra esses retrocessos o Sindsaúde convoca todos os servidores da Secretaria Estadual de Saúde para participarem da Assembleia Geral que será realizada na próxima terça-feira (19) às 14h no auditório da Assembleia Legislativa de Goiás”, anuncia o sindicato.

No período da manhã, na Secretaria da Fazenda de Goiás, está agendado ato em repúdio ao parcelamento do salário e ao não pagamento da data-base, informam.

O protesto será realizado em conjunto com os professores da rede pública e diversos outros servidores públicos do Estado.  Conforme informado por um dos articuladores do movimento, existe a possibilidade dos profissionais de saúde também entrarem em greve, como já ocorreu com a educação estadual — em sua segunda semana de paralisação.

“Estamos trabalhando dobrado, recebendo menos e sem prognósticos de  que teremos investimentos adequados. Enfim,  chegou a hora de mostrar força profissional”, diz.

Comentários

Mais de Cotidiano