Cotidiano

R$ 22 mi para praças esportivas

Administração municipal investe na construção de 18 novas unidades esportivas e de lazer. Prefeito Paulo Garcia diz que entregará obras até final de mandato

diario da manha

 

A Prefeitura de Goiânia está investindo mais de R$ 22 milhões em espaços físicos para práticas de esportes em unidades espalhadas pelos diversos bairros da capital. Ontem, o prefeito Paulo Garcia esteve em uma dessas unidades esportivas para vistoriar o andamento das obras.

A visita do gestor foi ao Centro de Esporte do Jardim Guanabara II, onde ocorrem reforma e ampliação para beneficiar a comunidade da região Norte da cidade. “Provavelmente, este deve ser o primeiro a ser entregue. Mas nós temos também – em fase conclusiva – uma no Setor Novo Horizonte, no Buena Vista, no Jardins do Cerrado. A intenção é que a juventude da Capital tenha atividade saudável para completa formação de sua cidadania”, destacou o prefeito, ressaltando que as ações contribuirão, ainda, na promoção de maior equidade social e participação da juventude no futuro da cidade.

O Centro de Esporte no Jardim Guanabara II faz parte de uma série de investimentos, coordenados pela Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer (Setel), que somam 18 grandes obras espalhadas pela Capital. O núcleo poliesportivo já tem 90% das obras concluídas e a previsão da prefeitura é inaugurá-la em até 60 dias. Ele disponibilizará campo de futebol soçaite, quadra poliesportiva, quadra de areia e sala multiuso para aulas de dança, capoeira, karatê e outras atividades. Entre os esportes oferecidos, haverá voleibol, futebol, basquete e peteca. E o calçamento ao redor do espaço poderá ser utilizado para prática de caminhada e corrida.

Mas esta é apenas uma das inúmeras intervenções que a Prefeitura de Goiânia faz na cidade. Das 18 obras, que estão em diversas fases de execução, há oito praças esportivas. Elas estão localizadas no Jardim do Cerrado IV, Buena Vista III, Santa Fé, Tempo Novo, Itaipu, Orlando de Morais, Morado do Sol e Jardim Marilizia. Há também três Praças da Juventude, no Jardim das Aroeiras, no Setor Jaó e no Novo Horizonte. O Clube do Povo II, no Residencial Rio Jordão, também está entre os projetos, com investimentos que giram em torno de R$ 1,6 milhão. Além disso, há dois Centros de Iniciação Esportiva – no Jardins do Cerrado III e no Residencial Buena Vista; quadra poliesportiva coberta e pista de skate no Bosque Botafogo; e dois Centros das Artes e dos Esportes Unificados (CEUs), um no Residencial Buena Vista IV e outro no Jardim do Cerrado I.

Os CEUs contarão com serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital e formação e qualificação para o mercado de trabalho. Local terá também um Centro de Referência da Assistência Social (Cras), biblioteca, telecentro, cineteatro, salas multiuso e um complexo de lazer e de esporte com equipamentos de ginástica, pistas de caminhada e de skate, além de uma quadra poliesportiva. O que está sendo construído no Jardins do Cerrado I já está com 50% das obras feitas. A previsão é que seja entregue no final deste ano, sendo um benefício que chega junto com o asfalto realizado, atualmente, pela Prefeitura de Goiânia. Tal pavimentação é feita ainda nos Jardins do Cerrado II, III e IV, e nos residenciais Orlando de Morais e Antônio Carlos Pires. São mais de 50 quilômetros de asfaltamento, distância semelhante entre a Capital e o município de Anápolis.

 

ESCULTURA

Segundo o prefeito Paulo Garcia, a administração entregará uma infinidade de obras na cidade e executará muitas outras. “Complementando a restauração da Praça Cívica, nós vamos iniciar a demolição daquele antigo prédio da prefeitura que foi construído provisoriamente”. No local, o prefeito cita que haverá uma escultura do artista Siron Franco que será apresentada à imprensa. “Espero que vocês estejam lá para conhecer algo que eu tenho certeza que vai virar um ponto de atração cultural e turística, não só para o Estado, como para o País inteiro”, afirmou.

E a agenda não para por aí. A Prefeitura de Goiânia tem mais de R$ 1 bilhão de investimentos que estão sendo executados na cidade. “Temos a obra do BRT, da Marginal Cascavel (entre a Castelo Branco e Avenida Leste-Oeste), temos a licitação realizada – já com ganhador conhecido – da Marginal Botafogo”. Até o final deste mês, o prefeito garante que dará a Ordem de Serviço para execução do novo Hospital da Mulher, na região Oeste. “Acredito que tudo está saindo como planejado, como tínhamos a expectativa que ocorreria”.

 

Prefeito diz que espera entendimento com professores

Escola Municipal Francisco Matias: prefeitura arregimenta recursos para investir em escolas e unidades esportivas
Escola Municipal Francisco Matias: prefeitura arregimenta recursos para investir em escolas e unidades esportivas

Durante entrevista com a imprensa, o prefeito respondeu questionamentos sobre a greve da Educação, ressaltando que é certo o término da paralisação. “Penso que todos têm responsabilidade. É fundamental que as crianças voltem às suas atividades escolares e que as famílias voltem à sua rotina diária. Penso que a greve tem tudo para ser encerrada”. E do atendimento às solicitações da categoria, o gestor disse que houve atendimento às reivindicações salariais e de investimento na área da Educação. “Aliás, sem nenhum exagero, acredito que não tenha havido, na história da cidade de Goiânia, nenhum prefeito que tenha investido tanto em Educação como eu”.

O prefeito lembra, por exemplo, que o compromisso de construir quadras poliesportivas fechadas em todas as escolas do município é executado. “Na verdade, no meu mandato, todas as novas já são construídas com quadra poliesportiva, pois é um equipamento social que atende não só a comunidade escolar como também a comunidade do bairro onde a escola está localizada”. Nas escolas antigas, Paulo Garcia ressalta que já foram construídas 34 novas quadras. “Portanto, os investimentos são maciços”.

 

Reforma na prefeitura

palacio-das-campinas-google-street-view

Sobre a reforma administrativa na prefeitura, o prefeito indicou que a expectativa é muito positiva. “A reforma é uma questão que está sendo votada na Câmara, já foi aprovada na CCJ e deve ir a plenário. Nós temos, agora, que aguardar a manifestação do Legislativo”. O chefe do Executivo complementou que as ações já foram iniciadas na prefeitura, pelo menos no primeiro escalão. “Nós já anunciamos algumas modificações. Convidei o meu antigo secretário de Gestão de Pessoas para ser o meu chefe de gabinete, o Paulo César Fornazier, pela sua enorme capacidade de articulação e diálogo”, disse o prefeito, citando ainda que convidou também o secretário Valdi Camarcio para assumir a futura pasta unificada da gestão de pessoas. “Até segunda-feira, nós vamos ter muitas novidades”.

E o perfil que será levado em conta na escolha do novo secretariado, de acordo com o prefeito, priorizará “qualificação profissional, disposição para o trabalho e espírito público e de equipe. Serão pessoas que trabalham, que sejam transparentes, honestas e comprometidas com a nossa cidade”. Para Paulo Garcia, a economia da reforma administrativa é uma consequência. “O principal objetivo desta reforma é a reestruturação organizacional para um serviço prestacional de qualidade. É isso que a população brasileira tem clamado nas ruas: que o poder público gaste apropriadamente, da melhor maneira possível, produza o melhor resultado para a sociedade e preste um serviço de qualidade”. Com esta reestruturação, o prefeito explica que será eliminada a dubiedade de atividades. “Na medida em que a estrutura organizacional foi sendo modificada ao longo da história da cidade, nós tínhamos, por exemplo, pastas que realizavam a mesma atividade em secretarias diferentes. É isso que nós estamos corrigindo. Naturalmente, isso provoca economia”.

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser