Cachorros são mortos e cozinhados em festival culinário na China

diario da manha

Uma cidade do sul da China chamada Yulin, abriga anualmente um polêmico festival, onde milhares de cachorros são abatidos e cozinhados em público.

Vários cachorros já foram mortos na cidade durante o festival, e além de mortos, são trancados em gaiolas e colocados á venda para quem quiser cozinhá-los.

Polêmica choca ativistas de direitos dos animais de todo o mundo, que estão se manifestando contra o evento, que ocorre no próximo domingo (21). Muitos protestos estão ocorrendo nas redes sociais contra o evento, no Twitter, o comediante inglês Ricky Gervais laçou a hastag #StopYulin2015.

Na China, cachorros são cada vez menos encarados como comida, o que tem feito a quantidade de animais comercializados diminuir. Ainda assim, estima-se que em 2014 cerca de 10 mil cães foram abatidos no festival.

O festival traz preocupações à saúde pública, já que os animais servidos como comida são vira-latas crescidos nas ruas e sem vacinas ou tratamentos veterinários, tornando a carne inapropriada para o consumo.

Em 2011, outro festival no leste do país asiático foi cancelado após protestos.

 

 

Comentários