Cotidiano

Ex-auditor fiscal da máfia do ISS é preso outra vez por cobrar propina

Policiais encontraram R$ 70 mil na mochila de Luís Alexandre Magalhães; ele é acusado de cobrar por depoimentos favoráveis a empresas investigadas

SÃO PAULO – O ex-auditor fiscal Luís Alexandre Magalhães, um dos acusados de fazer parte da “máfia do ISS” em São Paulo, foi preso em flagrante na noite desta quarta-feira em um bar no Tatuapé, Zona Leste de São Paulo. Ele foi flagrado em uma operação conjunta da Controladoria-Geral do Município, do Ministério Público e da Polícia Civil, recebendo R$ 70 mil de ex-colega de trabalho. Segundo a polícia, ele cobrava para dar depoimentos favoráveis a ex-colegas e empresas investigados. O dinheiro, R$ 70 mil, foi encontrado em sua mochila, em notas de R$ 100.

Magalhães é delator do esquema que causou prejuízo de R$ 500 milhões aos cofres públicos da cidade de São Paulo, segundo investigações do Ministério Público. Ele e outros auditores fiscais cobravam propina de empreendedores imobiliários para liberar o “Habite-se” (alvará de funcionamento).

Magalhães exigiu R$ 70 mil de Carlos Flávio Moretti Filho em troca de um depoimento favorável em um inquérito administrativo disciplinar da prefeitura. Os outros fiscais que estavam junto com Alexandre no bar foram detidos e liberados horas depois

[object Object]

Comentários

Mais de Cotidiano