Cotidiano

Frio começa no domingo, mas região Sul já bate recorde

Frio será intenso no Rio Grande do Sul, mas não há perspectiva de neve por conta do clima seco

diario da manha

 

Agência Globo

A cinco dias do início oficial do inverno, que começa às 13h38 do próximo domingo, a Região Sul registrou na terça-feira a madrugada mais gelada do ano. Em pelo menos oito cidades do Rio Grande do Sul e em 12 de Santa Catarina, foram registradas temperaturas mínimas abaixo de zero. Houve registro de geada generalizada no começo do dia em várias regiões dos dois estados. Em Curitiba, capital do Paraná, chegou a fazer 1°C no início da manhã.

Apesar do frio intenso, não há perspectiva de neve no Sul do Brasil, porque o clima está seco. Apesar da queda brusca na temperatura, a previsão era de que amanhã o dia amanheceria menos frio em toda a região, com aumento da instabilidade e da chuva.

Em Bom Jesus e em São José dos Ausentes, no planalto gaúcho, a terça-feira amanheceu com os termômetros marcando respectivamente -3,4° C e -3,1° C, de acordo com a rede de meteorologia MetSul. Urupema, na serra catarinense, marcou -5,9° C. Já em São Joaquim, também em Santa Catarina, os termômetros baixaram a 3° C negativos.

Em Porto Alegre, segundo a rede Metroclima, da prefeitura da capital gaúcha, as mínimas pela manhã variaram entre 3° C e 7° C, dependendo da região da cidade. Durante o dia, as temperaturas se aproximaram de 20° C em todo o Sul do Brasil devido à ação do sol.

A queda na temperatura foi provocada por uma massa de ar polar que avançou desde o final do domingo vinda do extremo sul do continente. Em Ushuaia, na Patagônia argentina, houve nevasca intensa na noite de segunda-feira.

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser