Cotidiano

Juros do FIES será aumentado e carência para pagamento reduzida

MEC vai priorizar três áreas (formação de professores, engenharia e saúde), vagas no Norte e Nordeste e cursos que tem notas mais elevadas nos critérios federais de avaliação

diario da manha

Logo após o corte de R$ 9,3 milhões no orçamento da Educação, mais uma mudança no FIES (Fundo de Financiamento Estudantil) vai acontecer. Um dos pontos que deve ser revisto é o aumento da taxa de juros cobrada no crédito estudantil. Atualmente é cobrado o porcentual de 3,4% ao ano e deve ser reajustado para 6,5%. As mudanças ainda estão sendo discutidas com o Ministério da Educação e o setor privado e até a próxima semana serão publicadas.

Haverá ainda uma redução do prazo de carência para o estudante começar a quitar a dívida. Atualmente, após 18 meses da conclusão da graduação, o pagamento deve começar a ser feito. Esse prazo deve ser reduzido para 12 meses.

O número de vagas também será menor do que o ofertado no primeiro semestre de 2015, mas desta vez os estudantes saberão a quantidade de financiamentos disponíveis no sistema, como hoje já ocorre com o SISU ( Sistema de Seleção Unificada) e o PROUNI (Programa de bolsas para alunos de baixa renda).

 

 

Comentários