Mais votado, aliado de Correa é eleito para Corte Interamericana de Direitos Humanos

Patrício Pazmiño está eleito para um mandato de seis anos, assim como candidato alinhado aos Kirchner

WASHINGTON – O candidato do presidente equatoriano Rafael Correa à Corte Interamericana de Direitos Humanos (CorteIDH), jurista Patrício Pazmiño, está eleito para um mandato de seis anos. Presidente da Corte Constitucional do Equador e aliado incondicional de Correa, Pazmiño foi o candidato mais votado, recebendo o apoio de 22 dos 23 países do continente americano sob a jurisdição da Corte.

Foram eleitos ainda Elizabeth Odio Benito, da Costa Rica; Eduardo Vio Grossi, do Chile, que já é juiz da CorteIDH; e Eugênio Raul Zaffaroni, de Argentina. Apesar de tecnicamente muito aclamado, o argentino é também visto com desconfiança pela sociedade civil, por um alegado alinhamento com os governos da família Kirchner.

Comentários