Cotidiano

Renan quer votar reforma política antes do recesso de julho

Presidente do Senado pretende criar uma comissão para agilizar prazos e discussões sobre os temas aprovados na Câmara

BRASÍLIA – O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) irá criar uma comissão de sistematização entre os dias 1 e 17 de julho para votar todos os temas da reforma política até o recesso de julho. A ideia do peemedebista, é receber os textos aprovados pela Câmara na primeira semana de julho e agilizar prazos e discussões nesta comissão.

Renan defende mudanças em alguns temas aprovados pelos deputados, como a redução do mandato dos senadores dos atuais oito para cinco anos e dar maior transparência ao financiamento dos partidos políticos e das campanhas eleitorais.

— É importante que se dê transparência à atuação dos partidos, que agem de forma cartorial muitas vezes — disse o presidente do Senado, defendendo a instituição de teto de contribuição das empresas aos partidos e também aos gastos das campanhas eleitorais.

Sobre o eventual veto da presidente Dilma Rousseff à fórmula 85/95 para a aposentadoria, aprovada pelo Congresso e que, na prática, substitui o fator previdenciário, Renan afirmou:

— Vamos perseverar para que não vete. Se isso ocorrer, o presidente do Senado avalia que o Congresso discutirá com o governo alternativas antes do prazo de votação para eventual derrubada do veto.

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser