Senadores brasileiros são recebidos por mulheres de presos políticos em Caracas

Ex-deputada cassada acredita que visita aumenta pressão sobre Maduro

CARACAS — A missão com senadores brasileiros acaba chegar a Caracas. No desembarque, eles foram recebidos por Lilian Tintori, esposa de Leopoldo López; Mitzy Capriles, esposa de Antonio Ledezma; Patricia de Ceballos, esposa de Daniel Ceballos; e pela ex-deputada cassada María Corina Machado.

A missão é liderada por Aécio Neves, presidente do PSDB, e integrada por outros representantes da Câmara alta, como Ronaldo Caiado e Aloysio Nunes.

Maria Corina disse que a visita dos políticos brasileiros é histórica. Segundo ela, nunca aconteceu antes uma missão oficial desse gênero no país. E elogiou a coragem e iniciativa da comissão.

— Vocês estão presenciando gesto histórico e sem precedente. O Brasil envia mensagem ao mundo inteiro de que a Democracia está conosco. A indiferença do governo brasileiro é cumplicidade — disse Corina

Segundo ela, a chegada dos brasileiros desencadeia um movimento em defesa da democracia no país.

Já Mitzy acredita que a visita dos senadores brasileiros pode acelerar o processo para definir a data das eleições na Venezuela.

— Maduro está encurralado diante dos olhos do mundo — disse Mitzy.

Para ela, só há uma via que é a da conciliação da Venezuela

— A única saída é a unidade, que é impostergável — completou.

Comentários