Cotidiano

Jornal Diário da Manhã ganha ação indenizatória

diario da manha

Da redação

Três suspeitos de estelionato foram detidos, em 29 de julho de 2013, e noticiados pelo jornal Diário da Manhã. Eles estavam em posse de suposta procuração falsa e tentavam sacar o valor de R$ 600 mil da conta de uma freira, no Banco do Brasil, localizado na Rua 4, Setor Central, em Goiânia.

De acordo com informação repassada pela Guarda Civil Metropolitana (GCM), que atendeu a ocorrência, num intervalo de um mês cerca de R$ 119 mil foram retirados dessa mesma conta. Entre os supostos meliantes estava o advogado Cristiano Moraes, que teve sua imagem preservada pela Polícia Civil (PC), Sebastião Fernandes Neto e Lucas Troncoso Ribeiro, que tem passagem policial por estelionato.

O caso repercutiu, após a gerente do banco desconfiar do alto valor a ser retirado pelo trio. A Guarda Municipal aguardou os indivíduos efetuarem o saque do dinheiro para fazer a detenção em flagrante. O trio foi encaminhado ao 1º Distrito Policial da Capital. Segundo a dona da conta, ela não reconhecia nenhum dos envolvidos e o documento falso que a representava.

O advogado envolvido no caso, Cristiano Moraes, adentrou com ação de indenização contra o jornal Diário da Manhã, alegando prejuízos de ordem moral em face da divulgação da reportagem. Diante da ação, o juiz Salomão Afiune, do 3º Juizado Especial Cível – Comarca de Goiânia, julgou improcedente o pedido, tendo em vista que o autor não teve êxito em comprovar a existência do ato vexatório.

A ação foi defendida pelo advogado Marcelo de Castro Dias, do jornal Diário da Manhã, o qual em entrevista ao jornal ressaltou a importância da liberdade de expressão, pois os fatos noticiados foram divulgados por autoridades no assunto.

Comentários

Mais de Cotidiano