Cotidiano

Jovem fez maratona de sexo com a namorada e pode ter pênis amputado

diario da manha

Após 48 horas de ereção um jovem de 23 anos pode ter que amputar o pênis. O rapaz e a namorada fizeram uma viagem romântica para Selerno, sul da Itália e ao chegarem no local começaram uma maratona de sexo na praia. Ele estava em busca do recorde de quantas relações sexuais eles conseguiriam ter e para isso tomou alguns comprimidos de Viagra

O jovem, que não teve a identidade revelada, acabou em uma condição chama “priapismo”, que ocorre quando o pênis fica ereto e se não for tratado a tempo pode levar a amputação do membro. A lesão foi tão grande que chegou a atingir a uretra.

O rapaz chegou ao hospital com a ajuda da mãe e passou por uma cirurgia na última quarta-feira (5). De acordo com o cirurgião responsável pelo caso, ainda não tem como saber se o pênis vai precisar ser amputado. Além deste perigo ainda corre o risco de adquirir uma impotência definitiva caso seu membro não precise ser retirado.

 

Comentários

Mais de Cotidiano