Cotidiano

Polícia da Hungria prende quinto suspeito da morte de migrantes na Áustria

Da Agência Lusa

A polícia húngara deteve na noite desse sábado (29) o quinto suspeito da morte de 71 imigrantes encontrados em um caminhão na Áustria. O novo suspeito tem nacionalidade búlgara, informou a polícia.

Quatro homens – três búlgaros e um afegão – foram detidos na sexta-feira (28) na Hungria, um dia depois da descoberta do caminhão. O tribunal de Kecskemét decidiu no sábado que os quatro homens vão ficar em prisão preventiva até 29 de setembro.

A Justiça suspeita que esses quatro homens sejam apenas elementos operacionais de um grupo búlgaro e húngaro de tráfico de seres humanos. O Ministério Público pediu que os quatro homens permaneçam sob custódia devido à “natureza excepcional do crime, às subsequentes mortes de pessoas no tráfico de seres humanos e à perpetração do ato criminoso de traficar pessoas de forma profissional”.

Segundo os primeiros elementos da investigação, as 71 vítimas – 59 homens, oito mulheres e quatro crianças – eram possivelmente migrantes sírios e morreram asfixiadas.

Os corpos dos migrantes foram encontrados na quinta-feira (27) no interior de um caminhão de transporte de carne de frango. Os cadáveres estavam em avançado estado de decomposição. O caminhão estava abandonado em uma faixa de emergência em uma autoestrada no Leste da Áustria.

No sábado, a polícia austríaca informou a descoberta de um outro caminhão com 26 migrantes a bordo, entre os quais três crianças pequenas gravemente desidratadas. A polícia informou ainda que deteve um cidadão romeno de 29 anos que conduzia o veículo.

Comentários

Mais de Cotidiano