Cotidiano

Universitária é atacada em colação de grau

Família acredita que o ocorrido foi motivado por ciúmes, Sirlene tirava notas altas na faculdade

diario da manha

A vítima Sirlene Luzia Correia, de 31 anos, formanda do curso de Administração na Universidade de Cuiabá (Unic), foi atacada com tinta vermelha tóxica. O líquido é comumente encontrado em automóveis. O caso aconteceu nesta terça-feira (25), durante a celebração da colação de grau da estudante em um hotel.

Já com os trajes de formatura, Sirlene foi beber água quando ouviu uma mulher chamar o seu nome, ao se virar sofreu o ataque. A moça teve queimaduras no rosto e couro cabeludo e ainda perdeu o cílios

Levada aos gritos para uma unidade pública de saúde, as enfermeiras tiveram que usar óleo de banana para retirar o produto da pele da universitária. A jovem corria risco de raspar os cabelos, mas passa bem.

A polícia esteve no local do crime, mas não conseguiu identificar a autora do crime. O delegado abriu inquérito para apurar o caso, ele considera que a vítima possa ter sido atacada por ciúmes devido as notas altas e também suspeita que a estudante estaria mantendo um caso com um homem casado. Ainda não se sabe se foi a mulher dele que a atacou. As imagens internas do local foram solicitadas.

Comentários

Mais de Cotidiano

3 de julho de 2019 as 15:11

Morre Wágner Nasser