Cotidiano

Em quatro horas, PRF registra mais de 2 mil ultrapassagens perigosas

Da Agência Brasil

PRF intensifica fiscalização de condutas imprudentes na BR-040 (Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

PRF faz operação para combater ultrapassagens irrregulares. Esse tipo de infração é a principal causa de colisões frontais, segundo o órgãoArquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil

As colisões frontais são os acidentes como maior potencial de morte nas estradas, e a principal causa, segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), é a ultrapassagem irregular. Para combater esse tipo de infração, a PRF fez nessa quarta-feira (2) uma operação especial em 152 pontos das rodoviais federais de todo o país.

Durante quatro horas, os patrulheiros flagraram 2.202 ultrapassagens em locais proibidos. No ano passado, em média, 713 motoristas foram autuados diariamente por esse tipo de infração, conforme dados da PRF.

A ação foi a segunda etapa de uma série de operações temáticas, em que as unidades regionais da PRF promovem operações integradas aumentando a fiscalização de trânsito em seus trechos. Os policiais utilizam dados estatísticos para localizar os trechos com maior incidência de irregularidades cometidas pelos motoristas.

O motorista flagrado ultrapassando em locais de faixa contínua é punido com multa de R$ 957,70, além de 7 pontos na Carteira de Habilitação, mesmo valor pago para quem ultrapassar pela contramão. Se houver reincidência, em até um ano, o valor da multa dobra, passa a ser de R$ 1.915,40 mais a suspensão da carteira.

A primeira operação temática da PRF, na semana passada, foi para combater o excesso de velocidade. No próximo dia 10, o órgão reforçará a fiscalização para exigir o uso do capacete e coibir manobras irregulares com motocicletas.

Editor Aécio Amado

tags:

Comentários

Mais de Cotidiano