Cotidiano

Ladrão é imobilizado por lutadora de Jiu-Jitsu e grita: chama a polícia

O segundo bandido conseguiu fugir, levando o celular da mulher

diario da manha
Foto: Reprodução

Na noite desta terça-feira (01), um homem suspeito de assalto na cidade de Açailândia (MA), levou um grande susto. Junto com outro suspeito, Wesley Sousa de Araújo, de 18 anos, anunciou assalto a uma mulher. O que ele não imaginava é que a jovem fosse faixa azul de jiu-jítso e lutadora de artes marciais mistas (MMA). O caso está repercutindo bastante nas redes sociais.

Monique Bastos utilizou um golpe de jiu-jítsu chamado “triângulo” e derrubou e imobilizou o ladrão, que tentou roubar seu celular. No vídeo é possível ver o homem gritanto por socorro: “Chama a polícia, chama a polícia. Socorro!”. Com a cabeça ensanguentada, ele ainda dizia que era a primeira vez no crime: “Socorro, Jesus! Foi a primeira vez que eu fiz isso, senhor. Foi a primeira vez que eu fiz isso”.

Em entrevista, Monique contou como aconteceu o assalto: “Estava indo para a academia, treinar. Eles chegaram de moto, tomando logo meu celular. Eu pensei que eram amigos, mas logo que percebi que não eram, dei um puxão neles e derrubei a moto. O comparsa acabou levando meu celular”. De acordo com ela, populares queriam agredir, amarrar e esfaquear o homem, mas ela impediu.

Quando questionada sobre o risco de reagir a um assalto, a lutadora explica o que motivou sua reação: “De início, os bandidos já mostram o que têm. Eles não estavam armados”.

Por um período de 15 minutos, ela teve força para deixar o bandido imobilizado em suas pernas. Quando a Polícia Militar (PM) chegou ao local, Wesley foi levado à 9ª Delegacia Regional de Açailândia. Ele foi autuado e preso em flagrante. O homem que fugiu com o celular de Monique ainda não foi localizado.

Comentários

Mais de Cotidiano